Corinthians confirma classificação empatando com Once Caldas

O Corinthians confirmou, na Colômbia, a classificação que já havia deixado muito bem encaminhada no Brasil. Com uma vantagem de quatro gols levada a Manizales, a equipe empatou por 1 a 1 com o Once Caldas e deixou o técnico Tite irritado em vários momentos da partida.

Gritos do gaúcho à parte, o time do Parque São Jorge avançou ao Grupo 2 da Copa Libertadores. A disputa começará já na próxima quarta-feira, contra o rival São Paulo, em Itaquera. Completam a chave o argentino San Lorenzo, atual campeão, e o uruguaio Danubio.

Com a vaga praticamente assegurada já na semana passada, o Corinthians se controlou na altitude de quase 2.200 metros do estádio Palogrande. Mesmo assim, saiu na frente no primeiro tempo, em gol marcado por Elias. Na etapa final, o Once Caldas buscou o ataque e evitou mais uma derrota, chegando à rede com Arango.

AFP

Elias abriu o placar para o Corinthians, que avançou sem sustos ao Grupo 2 da Copa Libertadores

O jogo
A partida começou como indicava a enorme vantagem do Corinthians. Os visitantes aguardavam com paciência o espaço, e os donos da casa não demonstravam grande esperança em dar graça à luta pela sobrevivência na principal competição sul-americana.

A paciência rendeu fruto aos 14 minutos, quando Jadson recebeu no bico da área e deu bom passe de primeira para Elias. O domínio não foi dos melhores, mas propiciou o drible que deixou o camisa 7 na cara de Cuadrado. Ele encobriu o goleiro com bem executada cavadinha.

O gol diminuiu o já baixo ímpeto do Corinthians, que passou a abusar dos toques de lado. O Once Caldas foi chegando e só não empatou em cruzamento por causa de corte de Uendel. Pouco depois, Patricio Pérez ficou com sobra na área e parou em defesa de Cássio.

Os espaços continuavam a se apresentar para o time de Tite, que já demonstrava sua irritação a essa altura. Os dois laterais receberam com liberdade na área. Uendel errou o chute por pouco. Fagner, em boa posição para chutar, preferiu o passe para Elias e errou.

O Corinthians voltou do intervalo com Edu Dracena no lugar de Gil, que reclamava de dor. O Once Caldas, com Lopera no luar de Díaz, começou a etapa final com muito mais disposição pelo gol. Logo no primeiro minuto, Ralf quase marcou contra de cabeça, acertando o travessão. No rebote, evitou o pior em cima da linha.

Penco também teve boa chance antes que o empate fosse alcançado. Aos 12 minutos, Arango recebeu na esquerda, passou facilmente por Fagner, invadiu a área e, perto da pequena área, bateu cruzado. A bola entrou à meia altura, no canto esquerdo de Cássio.

A equipe visitante ainda levou algum tempo para se acertar – contando novamente com a má pontaria de Penco. Quando se assentou em campo, embora continuasse sendo atacada, voltou a criar oportunidades. Jadson recebeu na cara de Cuadrado, após boa bola de Emerson, mas parou na tentativa de driblar o goleiro.

O Once Caldas fez uma última tentativa de se despedir com vitória e teve sua melhor chance em cabeceio de Moreno. Cássio defendeu. Petros e Luciano deram sangue novo ao Corinthians nos minutos finais, mas o placar não voltou a ser movimentado na Colômbia.

Fonte: Gazeta Esportiva

Veja Também