Danilo não sabe explicar sucesso em clássicos: “Acho que é coisa de Deus”

Provável titular do Corinthians contra o São Paulo, na vaga do centroavante Paolo Guerrero, o meia Danilo já acumula dez gols marcados nos 42 clássicos que disputou pelo clube do Parque São Jorge. A marca, contudo, não é suficiente para arrancar um sorriso do veterano às vésperas de mais um Majestoso.

“É difícil falar sobre isso, até porque me preparo da mesma forma contra todas as equipes. Acho que é coisa de Deus, que me abençoa em momentos decisivos. Só sei que está dando certo. Espero que continue assim”, comentou Danilo, com uma expressão sisuda.

Curiosamente, o São Paulo é a maior vítima do meia entre os grandes clubes do Estado. O primeiro gol marcado por Danilo pelo Corinthians foi justamente diante do rival do Morumbi, em uma vitória por 4 a 3, conquistada em 2010. Depois, ele anotou outras quatro vezes em mais 16 Majestosos. Foram três gols contra o Santos e dois em cima do Palmeiras.

Apesar do já comprovado poder de decisão contra o próximo adversário do Corinthians, Danilo é bastante respeitoso ao falar do São Paulo. O experiente meio-campista passou pelo Morumbi entre 2004 e 2006.

Fernando Dantas/Gazeta Press

Sempre ponderado, Danilo quase não demonstra empolgação com o seu sucesso em clássicos

“Tenho uma história bonita no São Paulo. Também fui campeão lá, e isso é importante. Mas hoje estou no Corinthians, dando o meu máximo para que o meu time vença. Sei que é um clássico que envolve grandes coisas, uma rivalidade enorme. Da minha parte, só agradeço a Deus por ter jogado bem nesses dois clubes”, discursou.

Na quarta-feira, Danilo deverá estar mais próximo do gol na tentativa de jogar bem novamente contra o São Paulo. Ele disputa com Vagner Love a oportunidade de ser o centroavante do Corinthians – Guerrero está suspenso pela Conmebol – na estreia da fase de grupos da Copa Libertadores da América.

“Não será fácil. O meu primeiro pensamento é ajudar o Corinthians”, disse Danilo, antes de enfim se entusiasmar com a fama de carrasco são-paulino. “Mas, se tiver a oportunidade, vou fazer tudo para marcar um gol.”

Fonte: Gazeta Esportiva

Veja Também