Guerrero reclama de expulsão e pensa no clássico contra o Palmeiras

Expulso logo aos 26 minutos do primeiro tempo do confronto com o Once Caldas, o centroavante Paolo Guerrero reclamou do árbitro argentino Patrício Loustau. O peruano, fora da partida de volta pela pré-Libertadores, já pensa no clássico com o Palmeiras, pelo Campeonato Paulista, neste domingo.

“Estou um pouco irritado, porque não entendo. Fico apanhando o tempo todo e, por me proteger, tomei um cartão vermelho. Achei injusto. Esses times vêm para me provocar, para me bater. Fico apanhando e os juízes não fazem nada. Também tenho que me proteger”, reclamou Guerrero após a partida desta quarta-feira.

No momento em que o peruano recebeu o cartão vermelho, o Corinthians vencia por 1 a 0, já que Emerson Sheik abriu o placar antes do primeiro minuto de partida. Durante o intervalo, o centroavante peruano foi confortado pelos companheiros dentro do vestiário.

“Quando o primeiro tempo terminou, eles me falaram: ‘Fica tranquilo, porque você já decidiu muitas vezes por nós, e agora vamos correr por você’. Dou os parabéns a todos os companheiros pelo esforço que fizeram. Tinha muita confiança neles e sabia que ganhariam a partida”, afirmou Guerrero.

Fernando Dantas/Gazeta Press

Irritado com a arbitragem, Guerrero reclamou de perseguição por parte dos adversários

O jogo de volta diante do Once Caldas está marcado para a próxima quarta-feira, em Manizales, a 2.160 metros de altitude. Como venceu por 4 a 0 em Itaquera, o Corinthians terá a oportunidade de administrar uma vantagem confortável no Estádio Palogrande.

“Graças a Deus, o time conseguiu um placar que permite viajar com uma tranquilidade maior”, disse Guerrero, surpreso com a goleada construída por Sheik, Felipe, Elias e Fagner. “Eu esperava um resultado mais curto”, reconheceu o centroavante peruano.

Embalado pela goleada por 4 a 0 contra o Once Caldas na pré-Libertadores, o Corinthians se prepara para enfrentar o Palmeiras no primeiro derby após a reforma do estádio Palestra Itália, marcado para as 17 horas (de Brasília) deste domingo. Descansado, Guerrero se diz disposto a jogar pelo Campeonato Paulista.

“Agora é pensar no clássico com o Palmeiras. O Corinthians vem de dois bons resultados (venceu o Marília por 3 a 0 no torneio estadual) e precisamos nos preparar bem, porque é um clássico, o primeiro na arena do Palmeiras. Sabemos da importância dessa partida. Vai ser um jogo bonito, bem pegado. A gente quer ganhar”, avisou.

Fonte: Gazeta Esportiva

Veja Também