PSG segura Marquinhos e impede Corinthians de lucrar R$ 3,5 milhões

A janela de transferências do inverno europeu fechou e o zagueiro Marquinhos permanece no Paris Saint-Germain. Visto como grande promessa no Velho Continente, o ex-corintiano foi alvo do Manchester United nos últimos dias, mas o time francês fez jogo duro, segurou o defensor e impediu o Timão de receber R$ 3,5 milhões.

O jogador tinha a concorrência de Thiago Silva e David Luiz, mas ainda assim participava frequentemente dos jogos do PSG, por vezes sendo usado na lateral direita. O bom desempenho chamou a atenção do Manchester United, que chegou a oferecer 35 milhões de libras (mais de R$ 140 mi) pelo jogador. Mas o time parisiense refutou.

Mesmo não tendo mais nada a ver com a história, o Corinthians receberia 2,5% deste montante. O direito é garantido pelo Mecanismo de Solidariedade da Fifa, que premia os clubes formadores em cada transferência de jogadores. Como o zagueiro se desenvolveu na base alvinegra dos oito aos 18 anos, acabaria rendendo R$ 3,5 milhões ao Timão com sua ida à Inglaterra. Como o negócio não saiu, o Alvinegro ficou de mãos abanando.

AFP

O Paris Saint-Germain fez jogo duro, segurou o defensor e impediu o Corinthians de receber R$ 3,5 milhões

A quantia seria muito bem-vinda ao Parque São Jorge, visto que Mário Gobbi tem encontrado problemas para manter as contas em dia em sua última semana no cargo. Recentemente ele chegou a vetar contratações para evitar atraso de salários, mas deve se despedir da presidência sem quitar direitos de imagem e premiações de parte do elenco.

Saída de Marquinhos rendeu pouco em 2012 – O tempo mostrou que negociar Marquinhos com a Roma foi um dos grandes erros da administração de Mário Gobbi. O zagueiro foi emprestado por seis meses com valor de compra estipulado em 3,5 milhões de euros. As boas atuações impressionaram os italianos e o negócio foi sacramentado em janeiro de 2013.

No total o Timão lucrou cerca de R$ 10 milhões entre empréstimo e venda. O valor corresponde a 10% do que a Roma embolsou seis meses depois, quando Marquinhos tornou-se o quarto zagueiro mais caro da história ao ser negociado com o PSG. Com a transferência entre os europeus, o Corinthians na ocasião recebeu R$ 2,6 milhões devido ao Mecanismo de Solidariedade, dinheiro que pouco minimiza o péssimo negócio feito há dois anos.

Fonte: Gazeta Esportiva

Veja Também