Apesar de “passo atrás”, Tite nega falta de ambição no Corinthians

Criticado por dizer que o Corinthians está “dando um passo atrás para dar dois à frente”, Tite negou que a frase tenha o sentido de diminuir a responsabilidade do time neste ano. Repetindo à exaustão a palavra “construção”, o técnico disse que a meta é ganhar o Campeonato Brasileiro apesar do momento de reformulação.

“Isso não tira a ambição, o trabalho, a dedicação”, afirmou o gaúcho. “O objetivo, o trabalho, a responsabilidade e a valorização do clube são exatamente iguais, não mudam. A ambição é a do título. Mas o estágio de preparação está abaixo, tem uma dificuldade maior.”

Tite ligou sua frase sobre o passo retrocedente à situação financeira do clube, que deve dinheiro a parte do elenco. Paolo Guerrero saiu porque não houve um acordo para a renovação do contrato, e a diretoria promete só fechar contratações quando quitar suas dívidas com os atletas.

“Está absolutamente correto. O primeiro passo são os atletas que estão aqui, é a valorização de quem vai entrar em campo, para depois pensar em reforços”, comentou o treinador, sem a ilusão de retomar rapidamente o bom desempenho apresentado no início da temporada.

“Estamos construindo a equipe. Se eu disser que estamos no estágio de repetir aquele padrão, não estarei sendo honesto. Isso não inibe a ambição de chegar lá, mas são estágios diferentes. É diferente ter a equipe formatada, como no começo do ano, de ter uma equipe sendo formada. É inevitável esse momento de construção”, concluiu Tite.

Divulgação/Agência Corinthians

Tite diz que o título é o objetivo do Corinthians, mas com “uma dificuldade maior” (foto: Daniel Augusto Jr.)

Fonte: Gazeta Esportiva

Veja Também