Corinthians acumula mais um mês de atraso nos direitos de imagem

O calendário virou, e o Corinthians acumulou mais um mês de atraso no pagamento a alguns de seus jogadores. Aqueles que têm parte de seus vencimentos como direitos de imagem só receberam, por seu trabalho realizado em maio, o valor registrado em carteira como salário.

Assim, chegou a cinco meses a dívida do clube com Ralf, Elias, Renato Augusto, Danilo e Emerson. A diretoria presidida por Roberto de Andrade busca novos recursos, com possibilidade de um novo empréstimo bancário, para colocar em dia a sua folha de pagamento com o elenco.

O atraso já foi maior. Em maio, um empréstimo permitiu que fossem descontados cinco dos então nove meses de débito. Em grave crise financeira, a agremiação abortou as negociações para a renovação do contrato de Paolo Guerrero, hoje flamenguista, e descartou a permanência de Emerson.

Divulgação/Agência Corinthians

Renato Augusto admitiu que os recorrentes atrasos têm atrapalhado o Corinthians (foto: Daniel Augusto Jr.)

Roberto de Andrade assumiu a presidência do Corinthians em fevereiro, com a ideia de findar a dívida com os atletas rapidamente. Vários prazos foram dados e descumpridos desde então. Agora, já não se divulga uma data-limite, embora haja a promessa de total esforço para a solução da questão.

Os jogadores demonstram publicamente compreensão com a situação, assegurando confiar nas palavras dos dirigentes. Renato Augusto admitiu, no entanto, que o atraso “atrapalha um pouco, porque o jogador entra em campo sem saber muito o que vai acontecer”.

Fonte: Gazeta Esportiva

Veja Também