Corinthians tem segurança reforçada e pedido de volta de Romarinho

O Corinthians voltou aos treinos na manhã desta segunda-feira, depois da derrota por 2 a 0 para o Palmeiras, no domingo, pelo Campeonato Brasileiro. O Centro de Treinamento Joaquim Grava contou com segurança reforçada, inclusive com uma base da polícia em frente ao portão de acesso dos jogadores. Porém, não houve qualquer protesto.

A única manifestação partiu de um torcedor de bicicleta, exibindo uma placa em que pedia a volta de Romarinho, famoso no clube por se dar bem contra o Palmeiras. “Ele marcava gol até de letra”, exaltou o torcedor, sem fazer qualquer protesto mais duro enquanto o elenco já deixava o CT.

Luiz Ricardo Fini/Gazeta Press

Torcedor exibe cartaz em que pede a volta de um especialista em clássicos contra Palmeiras

Romarinho defendeu o Corinthians entre 2012 e 2014, atuando agora pelo Al-Jaish, do Catar. Já nesta temporada, sem o atacante, o Alvinegro venceu o rival no turno do Paulistão, mas acabou eliminado na semifinal do Estadual nos pênaltis e perdeu no domingo em Itaquera pelo Brasileirão.

Do lado de dentro do CT, o técnico Tite comandou um treino apenas com os reservas em campo, enquanto os titulares fizeram trabalho regenerativo. O atacante Emerson Sheik, que está perto de se despedir do clube, participou da movimentação.

A ausência foi Elias, que se apresentou nesta segunda-feira à Seleção Brasileira para a disputa da Copa América, no Chile. O meio-campista ficou no banco durante todo o tempo contra o Palmeiras e só deve voltar ao Corinthians em julho, se o Brasil avançar à decisão.

Fonte: Gazeta Esportiva

Veja Também