Elias brinca sobre vaias e reclama apenas de campo do Palmeiras

A torcida do Palmeiras se mostrou presente neste domingo, em amistoso da Seleção Brasileira no Palestra Itália. Além de entoar cantos tradicionais do clube, também pegou no pé de Elias. Único representante de um time rival no amistoso contra o México, o corintiano foi vaiado desde o anúncio da escalação.

“Esperava mais, foi só na hora da saída”, contrariou, rindo, em entrevista à ESPN Brasil. De fato, no momento em que foi substituído por Casemiro, aos 32 minutos do tempo, o volante sofreu mais. Ouviu xingamentos, inclusive, mas os encarou com naturalidade.

“É uma rivalidade sadia, isso vale no futebol. A gente só não quer que torcedor parta para a violência, bata em outro. As vaias são comuns, agi naturalmente”, continuar o corintiano, que curiosamente já vestiu a camisa do Palmeiras no passado.

Sergio Barzaghi/Gazeta Press

Volante do Corinthians foi vaiado pela torcida do Palmeiras, que se fez presente em seu próprio estádio

Apesar de minimizar a perseguição da arquibancada, Elias fez questão de alfinetar o rival ao falar sobre a condição ruim do gramado do Palestra Itália enquanto opinava sobre a atuação da equipe na vitória por 2 a 0.

“A gente não fez nada diferente daquilo que a gente vem fazendo, que é competir a cada lance. Quando tem a bola, jogar, puxar contra-ataque. A gente colocou em prática, mas sentiu alguma dificuldade em relação ao campo”, comentou.

Com exceção de Elias, todos os jogadores substituídos foram intensamente aplaudidos, assim como o time ao término do amistoso. Até mesmo o técnico Dunga teve o nome entoado por algumas das 34.659 pessoas presentes.

Fonte: Gazeta Esportiva

Veja Também