Jadson prevê dificuldade a mais por lanterna ter estreia de técnico

O Joinville está na última posição do Campeonato Brasileiro e ainda nem sequer venceu na competição, mas o meia Jadson não se ilude com a má fase do adversário deste sábado do Corinthians. O jogador sabe que os atletas do lanterna da competição se esforçarão para agradar na estreia do técnico Adilson Batista, às 22 horas (de Brasília), na Arena Joinville.

“Os jogadores querem mostrar serviço e ganhar espaço, existe a briga por posições. Sabemos da dificuldade, pois se trata de um jogo muito importante para as duas equipes. Temos de conseguir os três pontos para continuar sonhando no Brasileiro”, comentou.

O Corinthians não vence há três jogos e atravessa uma crise, mas ainda assim vive situação melhor do que o Joinville, que demitiu o técnico Hemerson Maria na quinta-feira. Já na sexta, o clube anunciou a chegada de Adilson Batista, que dirigiu o time em apenas um treino e estreará na partida deste sábado.

Djalma Vassão/Gazeta Press

Jadson quer reação neste sábado, antes de encarar na sequência Internacional e Santos

Independentemente do desespero do adversário, o Timão luta para enfim voltar a ganhar no Brasileiro. Um resultado positivo daria confiança para o Alvinegro enfrentar em seguida dois adversários complicados: Internacional (dia 13, em Itaquera) e Santos (dia 20, na Vila Belmiro).

“O jogo contra o Joinville não será fácil e, depois, teremos duas equipes tradicionais pela frente. Ou seja, vai ser complicado. Mas estamos trabalhando firme para fazer bons jogos”, completou o meio-campista.

Fonte: Gazeta Esportiva

Veja Também