Justiça não acata pedido e mantém contrato de Pato com Corinthians

Ao menos até setembro, Alexandre Pato segue vinculado ao Corinthians – e também ao São Paulo, consequentemente. O pedido de tutela antecipada para romper o contrato imediatamente foi negado pela Justiça do Trabalho, na manhã desta quinta-feira. Assim, o atacante fica à disposição do técnico Juan Carlos Osorio para a partida de domingo, contra o Avaí, no Morumbi.

Na ação judicial, o jogador alegou atraso de dez meses nos direitos de imagem, o que foi quitados em seguida pelo Corinthians. Para o juiz André Eduardo Dorster Araújo, responsável pela decisão na 61ª Vara do Trabalho, a Lei Pelé não aborda direitos de imagem, mas sim salário em carteira, tema que ainda será melhor apreciado no decorrer do processo.

Outro motivo para indeferir o pedido foi a inexistência de provas sobre propostas de outros clubes, como a defesa apontava. No entendimento do juiz, uma rescisão imediata é injustificável porque poderia levar o atacante a se transferir para qualquer outro time antes mesmo de julgado o processo, o que ocorrerá apenas em 3 de setembro.

Djalma Vassão/Gazeta Press

Alexandre Pato tem liminar negada pela Justiça e segue vinculado ao Timão; processo irá continuar

Portanto, se fizer o sétimo jogo com a camisa tricolor no Campeonato Brasileiro – o que deve ocorrer neste domingo -, Pato não poderá mais defender outro time na primeira divisão nacional. Mais do que isso: a janela de transferências internacionais vai de 22 de junho a 21 de julho, período que antecede a audiência.

Desde a notificação, o São Paulo dizia ter conhecimento de propostas de dois clubes italianos pelo jogador. Seu empréstimo vence em dezembro, ao passo que o contrato com o Corinthians é válido até o final de 2016.

Na manhã desta quinta-feira, o jogador treinou normalmente com o restante do elenco, no CT da Barra Funda. A atividade, no entanto, foi fechada por Juan Carlos Osorio. A imprensa só teve acesso ao campo no momento em que os jogadores finalizavam trabalho de finalização, a dois dias do jogo contra o Avaí.

Fonte: Gazeta Esportiva

Veja Também