Love se diz mais à vontade no Corinthians após assumir camisa 9

O atacante Vagner Love manifestou há duas semanas que gostaria de herdar a camisa 9 depois da saída de Paolo Guerrero. A diretoria do Corinthians concordou com o novo titular de Tite e cedeu o número ao jogador, que fez um dos gols da vitória sobre o Figueirense, na noite de sábado.

“É um número que ajudou durante minha vida inteira e me trouxe muita sorte. Lógico que não adianta só ter a camisa 9 e não correr. Mas, quando jogo com a 9, eu me sinto mais à vontade e confiante. As coisas começaram a acontecer e vou procurar dar sequência. Espero continuar fazendo gols para ajudar o Corinthians”, afirmou.

O jogador usou o número 9 pela primeira vez contra o Santos, quando não se deu bem e perdeu o clássico por 1 a 0. Porém, diante do Figueirense, Love abriu o caminho para o triunfo por 2 a 1, avisando que tem muito a apresentar ainda no clube.

Djalma Vassão/Gazeta Press

Atacante herdou o número preferido depois que Guerrero se transferiu para o Flamengo

“A gente sempre procura algo mais e eu também quero melhorar. Às vezes, cometo alguns erros dentro da partida, como uma perda de bola ou por segurar um pouco mais. De repente, domino uma bola em vez de dar o passe de primeira. São alguns detalhes que sei que posso melhorar e vou procurar isso. Não dá para ficar com 99%, sempre tenho de procurar progredir”, comentou.

Em seus primeiros meses no clube, Love usou as camisas 29 e 31, mas se empolgou há duas semanas quando foi questionado sobre a chance de ficar com o número que era de Guerrero, que se transferiu para o Flamengo. Independentemente do uniforme, o titular de Tite mostra estar mesmo mais adaptado ao Alvinegro.

“Há uma amizade muito grande dentro do grupo. Os jogadores já me passaram muita confiança e existe o carinho que a torcida vem tendo comigo também”, completou.

Fonte: Gazeta Esportiva

Veja Também