Mesmo com fracassos, Jadson diz não se arrepender de recusa à China

A boa fase do Corinthians fez Jadson recusar, no final de fevereiro, uma oferta do futebol chinês, mas as expectativas não se confirmaram. O antes empolgante time alvinegra caiu bruscamente de rendimento e foi eliminado do Campeonato Paulista e da Copa Libertadores. Nada disso, jura o meia, gerou arrependimento.

“Quando apareceu a proposta, a equipe estava vivendo um bom momento. Optei por ficar por achar que não era a hora. Minha vontade é ganhar títulos no Corinthians. É um grupo muito bom de trabalhar, com uma torcida maravilhosa”, disse o atleta, confiante após duas vitórias seguidas.

“Quando está com ambiente bom, com vitórias, não tem clube melhor para se trabalhar. Das decisões que tomei na vida, nunca me arrependi. Passou. A equipe está vivendo um bom momento de novo agora. É trabalhar como a gente vem trabalhando que as coisas vão dar certo”, acrescentou.

Divulgação/Agência Corinthians

Jadson permaneceu apostando na conquista da América e parou no Guaraní (foto: Daniel Augusto Jr.)

As atuações recentes de Jadson e os últimos triunfos, que estancaram o sangramento da crise preta e branca, não tiraram da diretoria a ideia de contratar um atleta de sua posição. Mesmo em grave crise financeira, o Corinthians negocia com o River Plate a chegada do meia uruguaio Carlos Sánchez.

“Se o Corinthians está atrás de jogadores de qualidade, eles são sempre bem-vindos. Se o presidente disse que estão atrás de alguém, é porque tem qualidade. Nossa equipe está precisando de jogadores para ter concorrência, para ter briga em alto nível. Tomara que dê certo”, comentou o camisa 10 alvinegro.

Fonte: Gazeta Esportiva

Veja Também