Tite saca Dracena e monta Corinthians bastante ofensivo em coletivo

Tite promoveu mudanças no coletivo comandado na tarde de quarta-feira, no centro de treinamento do Corinthians. O técnico deixou entre os reservas o zagueiro Edu Dracena, que vem de atuações ruins, e voltou a colocar Felipe no time titular, montado de maneira bastante ofensiva.

A formação adotada foi a seguinte: Cássio; Edílson, Felipe, Gil e Uendel; Marciel, Jadson e Renato Augusto; Malcom, Vagner Love e Luciano. Fagner e Ralf, suspensos, não estão à disposição para a partida de sábado, contra o Figueirense, no estádio de Itaquera.

Não participou da atividade de quarta o volante Bruno Henrique, que se recupera de lesão no tornozelo e é dúvida, podendo colocar Luciano no banco. Ele havia treinado na terça, mas, desta vez, apenas foi ao gramado para exercícios sob a supervisão do fisioterapeuta Bruno Mazziotti.

Djalma Vassão/Gazeta Press

Marciel, que é um segundo volante, atuou como cabeça de área no ofensivo meio-campo armado no CT

O que parece claro com os treinamentos realizados na semana é que Stiven Mendoza perdeu espaço. O veloz colombiano não conseguiu manter uma boa regularidade desde que assumiu uma vaga na equipe e voltará a ser utilizado como arma para o segundo tempo.

Enquanto Tite observava a equipe em campo, Rildo já trabalhava na parte interna do CT do Parque Ecológico. Elogiado pelo treinador por ser uma opção de velocidade, o atacante – que estava afastado da Ponte Preta por indisciplina – assinará contrato até o fim de 2016 com o Corinthians.

Fonte: Gazeta Esportiva

Veja Também