Acordo será cumprido e Guerrero e Sheik não jogam contra o Timão

O acordo entre Flamengo e Corinthians para que Guerrero e Emerson Sheik não joguem no duelo entre as duas equipes será cumprido. Quem garante é o presidente rubro-negro, Eduardo Bandeira de Mello, que afirmou o cumprimento do acordo em um evento, na cidade de São Paulo, nesta segunda-feira, que discutiu a Medida Provisória 671, a chamada MP do Futebol, com a presença do Bom Senso FC.

“Acordo é acordo, os dois estão fora”, garantiu Bandeira de Mello.

Guerrero e Sheik foram liberados pelo Corinthians para assinar com o Flamengo antes do término dos vínculos com o time paulista. O presidente alvinegro, Roberto de Andrade, disse que havia uma cláusula nos contratos que impediam a atuação dos dois atacantes no jogo contra a ex-equipe, no dia 8 de julho, no Maracanã, em duelo válido pela 13ª rodada do Brasileirão.

O Flamengo, que não vive boa fase no Campeonato Brasileiro, tentou negociar a participação dos reforços no confronto diante do Corinthians, sugerindo que eles ficassem de fora do jogo do returno da competição, que ocorrerá no dia 25 de outubro, na Arena Corinthians. Entretanto, essa proposta não foi considerada pela diretoria corintiana e o acordo inicial foi mantido.

Divulgação/Flamengo

“Acordo é acordo, os dois estão fora”, disse Bandeira de Mello sobre Guerrero e Sheik enfrentarem o Corinthians

Cristóvão – O presidente do Flamengo ainda fez questão de garantir a permanência do técnico Cristóvão Borges à frente do time. Questionado se o treinador poderia ser demitido, Bandeira de Mello foi enfático e afirmou ter total confiança no profissional.

“O Cristóvão é o nosso técnico. Tenho total confiança no trabalho dele, os jogadores também têm, agora é momento de trabalhar para sairmos dessa situação”, disse.

O próximo desafio do Rubro-Negro será contra o Internacional, na próxima quarta-feira, às 22h (de Brasília, no Beira-Rio. Trata-se de mais uma partida importante para o time e, principalmente, para Cristóvão, que está pressionado no cargo.

Fonte: Gazeta Esportiva

Veja Também