Cinco dos sete artilheiros do Brasileirão tem mais de 30 anos

Com dez rodadas de Campeonato Brasileiro jogadas, cinco dos sete artilheiros principais da disputa têm mais de 30 anos. A experiência dos veteranos tem feito a diferença para os times que apostaram em jogadores rodados. A grande maioria com vasta rodagem pelo Brasil e pelo resto do mundo, em ligas alternativas, como Japão e China.

Com seis gols marcados, Ricardo Oliveira é artilheiro isolado da competição. A grande aposta do Santos no centroavante tem dado certo, já que ele também foi o destaque da equipe no título paulista no início da temporada. O camisa 9 tem passagens por Al-Jazira, Milan, Real Zaragoza, entre outros de fora do país. No Brasil, já vestiu o uniforme da Portuguesa e do São Paulo, além do Peixe.

De suma importância para o esquema tático comandado pelo técnico Marcelo Fernandes, Oliveira costuma abrir espaços no ataque santista e ajudar os outros atacantes a marcarem, como é o caso de Geuvânio, que sempre faz questão de ressaltar a qualidade do veterano. Seus gols, em sua maioria, foram marcados de chutes de dentro da área.

Ricardo Saibun/Santos FC

A aposta que deu certo: faro de gol de Ricardo Oliveira tem ‘salvado’ o Santos na disputa nacional

Com cinco tentos anotados, Renato Cajá, da Ponte Preta, é a grande surpresa do Brasileirão até aqui. Nesta quinta-feira quase anotou um gol olímpico em Itaquera, na partida contra o Corinthians. Camisa 10 da Macaca, é sua função organizar a equipe do meio para frente. Com 30 anos, o jogador tem passagem pela China, Japão e pela Turquia, e é a grande esperança dos pontepretanos para um bom resultado na competição nacional.

Enquanto isso, são cinco os jogadores que marcaram quatro vezes nas dez rodadas de Campeonato Brasileiro disputadas até aqui. O de maior expressão é Fred, destaque do Fluminense, e figurinha carimbada entre os artilheiros de Brasileirão dos últimos anos. Aos 31 anos, o centroavante disputou a Copa do Mundo coma Seleção Brasileira em 2014, e fora do país já atuou pelo Lyon, da França. Formado no América-MG, está no Tricolor das Laranjeiras desde 2009.

Nelson Perez/Fluminense. F.C.

Contestado por parte da torcida brasileira, Fred sempre fez muita diferença a favor do Fluminense no Brasileiro

Rafael Marques, do Palmeiras, foi contratado nesta temporada, e tem mostrado que pode ser muito importante para o ataque do Verdão. Aos 32 anos, também tem quatro gols feitos. Fora do país, já passou pela Turquia, Japão e China. Aqui, tem boa passagem pelo Botafogo.

Outro veterano de sucesso é Jadson. O atual camisa 10 do Corinthians tem 31 anos, quatro gols marcados neste Brasileiro e sete anos de Ucrânia no currículo. Além do Timão, teve passagem pelo São Paulo no Brasil – clube no qual estava até ser ‘trocado’ por Alexandre Pato em acordo feito entre as diretorias dos dois times. Ao lado de Renato Augusto, é a principal arma do meio-campo ofensivo do Alvinegro.

Nikão, do Atlético-PR, e Thiago Ribeiro, do Atlético-MG são as exceções. Ambos também têm quatro gols feitos nestas dez rodadas jogadas, mas o primeiro tem apenas 22 anos e o segundo 29. No entanto, a rodagem do camisa 11 do Galo é alta: antes de chegar a Belo Horizonte passou pela França, Uruguai, Emirados Árabes, e Itália. Seu último clube no Brasil foi o Santos. Mesmo jovem, Nikão já jogou na Arábia Saudita, Rússia e Holanda quando ainda estava na base.

Divulgação/Agência Corinthians

Camisa 10, Jadson é destaque no esquema tático montado por Tite no Corinthians (Foto: Daniel Augusto Jr)

*Especial para a GE.Net

Fonte: Gazeta Esportiva

Veja Também