Felipe admite chateação com saída e diz ter trabalhado para voltar melhor

Titular do Corinthians desde o início do ano, um chateado Felipe acabou perdendo a posição para Edu Dracena após uma sequência ruim de atuações entre a eliminação na Copa Libertadores e o início no Campeonato Brasileiro. Edu Dracena assumiu a vaga, foi muito mal e voltou a ceder o espaço ao antigo titular, que retornou bem.

“Quando conversou com a gente, o Tite falou para, mesmo saindo, eu manter o foco, fazer o trabalho bem-feito. Procurei acertar o que errei, fazer da melhor forma. Não sei bem o que era, mas procurei acertar tudo o que estava errado para voltar melhor”, afirmou.

Mesmo não sabendo o que era, Felipe reassumiu sua vaga apresentando um desempenho superior. Bem mais rápido do que Dracena, permitiu ao treinador aplicar o sistema de que gosta, com marcação mais adiantada e uma compactação maior entre os setores.

Djalma Vassão/Gazeta Press

Felipe admitiu a chateação por ter perdido a vaga de Edu Dracena e trabalhou para recuperá-la

Sem levar nenhum gol em suas últimas cinco partidas, o Corinthians igualou a pontuação do líder Atlético-MG. Com apenas seis tentos sofridos em 14 rodadas, tem, de longe, a defesa menos vazada do Brasileiro, com oito bolas buscadas no fundo da rede.

Assim, Felipe se recobrou da tristeza com a reserva. “Claro que a gente fica um pouco chateado. É normal, sou ser humano. Mas levei numa boa, porque sabia que o Edu ia fazer o melhor dele. Procurei trabalhar da mesma forma, empenhado, para poder ajudar”, recordou.

No domingo, contra o Coritiba, em Curitiba, os dois atuarão juntos. Como Gil recebeu o terceiro cartão amarelo na vitória sobre o Atlético-MG, os jogadores que se revezaram ao lado do zagueiro alvinegro mais seguro dividirão a responsabilidade pela marcação no Couto Pereira.

Fonte: Gazeta Esportiva

Veja Também