Flamengo não vai escalar Guerrero nem Sheik contra o Corinthians

A diretoria do Flamengo oficializou o que já era previsto. Os atacantes Emerson Sheik e Paolo Guerrero não serão escalados no duelo contra o Corinthians no próximo domingo, às 16h (de Brasília), no Maracanã, pela 13ª rodada do Campeonato Brasileiro. Os dois clubes têm um acordo que previa que os dois atletas ficariam de fora deste confronto, porém, nas últimas semanas os flamenguistas trabalharam nos bastidores para tentar inverter a situação. Porém, o desfecho acabou sendo pela manutenção do que havia sido acertado anteriormente.

“O Corinthians não respondeu positivamente e por isso os dois jogadores não serão utilizados. Existe um acordo contratual e vamos respeitar para que no futuro também respeitem os acordos que temos com outros clubes”, disse o diretor-executivo de futebol do Flamengo Rodrigo Caetano.

O presidente Eduardo Bandeira de Mello já tinha sinalizado que os dois jogadores não serão usados. No início da semana ele garantiu que a decisão ficaria a cargo do Corinthians. Tentando aproveitar a perspectiva de uma grande renda com os dois em campo, os dirigentes flamenguistas tentaram convencer os corintianos a aceitarem que Guerrero e Sheik ficassem de fora no segundo turno, no jogo que será em São Paulo, quando o acordo entre os dois não valerá. Porém, os paulistas não entenderam isso como uma vantagem e optaram pela manutenção do acordo.

O acordo surgiu porque Guerrero e Emerson tinham contrato com o Corinthians até julho e o clube paulista optou por antecipar a liberação de ambos para que pudessem acertar com o Flamengo. Em troca, pediu que eles não fossem usados neste duelo, pois o mesmo aconteceria em um período onde o compromisso com o Timão ainda estaria vigorando se não fosse a gentileza dos paulistas em abrir mão do vínculo.

Divulgação/Flamengo

Guerrero e Sheik foram importantes na vitória do Flamengo sobre o Inter, mas ficarão de fora do próximo jogo

Sem Paolo Guerrero e Emerson Sheik, o técnico Cristóvão Borges vai precisar reinventar o time para o duelo com o Corinthians. Uma das vagas será preenchida por Marcelo Cirino, que cumpriu suspensão na vitória de 2 a 1 sobre o Internacional. Eduardo da Silva pode ser a outra opção caso o treinador decida pela manutenção do esquema com dois atacantes.

Outra novidade na escalação pode ser a presença do lateral esquerdo Pablo Armero, que enfim teve a sua regularização confirmada pela CBF nesta quinta-feira. O colombiano, que estava servindo a sua seleção na Copa América, não vinha podendo atuar porque seu vínculo com a Udinese chegou ao fim. De maio até aqui ele vinha jogando emprestado pelo clube italiano. Agora, teve que refazer o contrato acertando diretamente com o Flamengo. Resta saber se Cristóvão vai abrir mão de manter o jovem Jorge, que foi um dos destaques da Seleção Brasileira que ficou com o vice no Mundial sub 20, na Nova Zelândia.

O elenco do Flamengo participou de um treino regenerativo na manhã desta quinta-feira, no centro de treinamento do Grêmio, e, em seguida, a delegação retornou ao Rio de Janeiro, com os jogadores sendo liberados. Na manhã desta sexta-feira está previsto um treino no Ninho do Urubu, quando Cristóvão deverá definir a escalação. A preparação para o duelo será na manhã de sábado. Em seguida começa o período de concentração. Com 13 pontos conquistados o Flamengo conseguiu respirar um pouco mais aliviado após a vitória sobre o Inter, já que abriu três pontos da zona de rebaixamento.

Fora de campo a diretoria confirmou o empréstimo do meia Lucas Mugni ao Newell’s Old Boys, da Argentina. O jogador, inclusive, já assinou contrato com o novo clube. O argentino, de 23 anos, foi contratado com status de titular e era visto como promissor por Vanderlei Luxemburgo. Porém, nunca conseguiu mostrar regularidade e perdeu muito espaço com a chegada de Cristóvão Borges ao clube.

Fonte: Gazeta Esportiva

Veja Também