Presidente do Flamengo confirma que Guerrero não enfrenta o Corinthians

Paolo Guerrero não enfrentará o Corinthians na 13ª rodada do Campeonato Brasileiro. Conforme acordado verbalmente na ocasião de sua contratação pelo Flamengo, o centroavante ficará fora da partida contra seu ex-clube, que acontece no próximo dia 12 de julho. Após especulações de que o Rubro-Negro tentaria contornar o acerto para utilizá-lo no confronto, o presidente Eduardo Bandeira de Mello confirmou à ESPN que o clube manterá sua palavra, e deixará o peruano de fora da partida contra o Alvinegro.

“No Flamengo, nós cumprimos todos os nossos compromissos. Então com certeza vamos cumprir o acordo que firmamos com o presidente do Corinthians”, assegurou o mandatário, em entrevista ao canal. Bandeira de Mello ainda esclareceu que tal condição foi pedida pelo Corinthians durante a negociação, e, “assim como o preço”, não agradava ao Flamengo, mas faz parte do acerto.

O contrato de Guerrero com a equipe paulista venceria no dia 15 de julho, e como a partida contra o Flamengo acontece três dias antes, o Corinthians alegou que ele não deveria jogar. Já segundo o presidente alvinegro, Roberto de Andrade, tanto o peruano quanto Emerson Sheik têm cláusulas em seus contratos com a equipe carioca que os impedem de atuar contra o ex-clube.

AFP

Guerrero, que ajudou o Peru a conquistar o 3º lugar na Copa América, não defenderá o Fla contra o Corinthians

Com seu nome já publicado no Boletim Informativo Diário (BID) da CBF, Guerrero já está liberado para estrear com a camisa do Flamengo na próxima quarta-feira, fora de casa contra o Internacional, um dia depois de sua apresentação.

O centroavante participou da disputa de terceiro lugar da Copa América nesta sexta-feira, e marcou na vitória de 2 a 0 da equipe sobre o Paraguai, igualando-se ao chileno Eduardo Vargas na artilharia da competição. Caso a diretoria opte por dar folga ao atleta após sua participação no torneio continental, ele só poderá estrear daqui a duas semanas, quando o Flamengo recebe o Grêmio no Marcanã pela 14ª rodada do Brasileirão.

Fonte: Gazeta Esportiva

Veja Também