Rildo agrada em pouco tempo e ganha pontos por identificação com Timão

Rildo teria entrado antes não fosse o gol marcado por Jadson, que definiu a vitória por 2 a 0 do Corinthians sobre o Atlético-PR, aos 31 minutos do segundo tempo. O atacante acabou fazendo sua estreia dez minutos depois, agradando torcedores e treinador em pouco tempo.

“É gratificante vestir esta camisa aqui, que já foi usada por jogadores consagrados. Eu joguei um pouquinho. Foi importante estrear, ainda mais com vitória”, disse o atleta, ainda longe de cobrar vaga no time. “Pés no chão. Estou chegando, trabalhando com humildade. O importante é o Corinthians conquistar a vitória.”

A participação de Rildo foi curta, mas intensa, na noite de quinta-feira em Itaquera. Ele sofreu uma falta dura assim que entrou e fez a alegria do público com pedaladas que soltaram gritos de “olé”. No fim, ganhou elogios do chefe especialmente pela atitude demonstrada.

Djalma Vassão/Gazeta Press

Rildo, com os acréscimos, teve oito minutos para estrear pelo time que apoiava da arquibancada

Em sua apresentação oficial, na quarta, o atacante havia falado de seu tempo de torcedor do Corinthians e recordou uma suada vitória por 1 a 0 sobre o Goiás, em 2004. Ele estava na arquibancada e vibrou quando Fábio Baiano marcou o gol apesar de uma lesão muscular. Tite era o técnico.

“Fiquei sabendo hoje. Ganhamos com nove de um baita time do Goiás, com nove jogadores. Teve jogador expulso, outro machucado. Quando eu vi, estava dentro do campo, torcendo. O Rildo estava na arquibancada, torcendo também. Quer dizer que é um jogador identificado com o Corinthians, e isso também conta”, comentou o gaúcho.

Fonte: Gazeta Esportiva

Veja Também