Tite acha artilharia de Jadson normal, mas vê time pronto para dividir gols

O meia Jadson não tem como principal função marcar gols, mas se tornou o artilheiro do Corinthians no Campeonato Brasileiro. O técnico Tite lembra que o fato de o jogador ser a principal opção nas faltas e pênaltis do clube colabora para o atual momento.

“Não surpreende, por ser nosso jogador de bola parada. Contra o Inter, por exemplo, a jogada foi criada pelo Renato Augusto e o Vagner, e acabou saindo a falta. Ele cobrou e fez o gol”, declarou o técnico. “É natural que os gols estejam saindo, mas o bom momento dele (Jadson) favorece também”.

Jadson, que passou a bater os pênaltis depois da saída de Fábio Santos, marcou seis vezes no Nacional, enquanto o vice-artilheiro do clube, Vagner Love, balançou a rede em três oportunidades. Em seguida aparece o meio-campista Elias, com dois. Já Romero, o ex-corintiano Fábio Santos, Mendoza, Malcom e Uendel marcaram uma vez cada.

Fernando Dantas/Gazeta Press

Tite encara com naturalidade artilharia de Jadson e avisa que outros também marcarão gols em breve

Tite adverte que, mesmo com a boa fase de seu meio-campista, o Corinthians está pronto para dividir mais a responsabilidade dos gols e chegou a prever quem balançará a rede em breve.

“É importante também não ter um específico que faça gols, mas sim diversos atletas. Daqui a pouco, se marcarem o cara, o Malcom faz gol, o Renato vai fazer, os dois zagueiros também vão marcar em jogadas de bola parada… Podem me cobrar isso”, completou.

Fonte: Gazeta Esportiva

Veja Também