Tite aproveita amistoso para amenizar críticas por pouco uso da base

O técnico Tite fugiu aos seus princípios e utilizou quase um time inteiro de pratas da casa do Corinthians – a maioria deles pela primeira vez – em uma mesma partida. Foram nove os jogadores provenientes das categorias de base que estiveram em campo na vitória por 1 a 0 sobre o ABC, na quarta-feira, no Frasqueirão, que só valia como comemoração pelo centenário do clube adversário.

Com a decisão de preservar os seus titulares no amistoso, Tite amenizou as frequentes críticas por aproveitar pouco os novatos do Corinthians. O técnico costuma usar a falta de maturidade das revelações para lidar com a pressão de um grande clube ao justificar essa postura. Chega a recorrer a jogadores lançados por ele em um passado distante para assegurar que se atenta, sim, às categorias de base.

Tite agora ganhou mais argumentos. Em Natal, ele escalou o meia Matheus Pereira como titular, assim como o volante Marciel, improvisado na lateral esquerda, e o zagueiro Yago. No segundo tempo, ainda contou com o goleiro Matheus Vidotto, o lateral direito Samuel (só entrou nos acréscimos), o defensor Rodrigo Sam, o meio-campista paraguaio Gustavo Vieira, o armador Matheus Vargas e o atacante Léo Jabá.

Divulgação/Agência Corinthians

Técnico do Corinthians usou nove pratas da casa em Natal, alguns pela primeira vez (foto: Daniel Augusto Jr.)

Matheus Pereira, para quem as maiores expectativas estavam voltadas, teve uma atuação discreta, mas arriscou alguns chutes de longa distância quando se soltou. Grande destaque na conquista da última Copa São Paulo, Marciel chamou a atenção com arrancadas, apesar das dificuldades da improvisação. Já o campeão mundial sub-17 Léo Jabá levantou o público ao protagonizar jogadas individuais.

Para Tite, a experiência foi positiva para dar um mínimo de rodagem aos garotos, o que ele pouco faz no Campeonato Brasileiro. A exceção é o atacante Malcom, hoje titular absoluto do time que voltará a campo contra o Coritiba, no domingo, no Couto Pereira.

Fonte: Gazeta Esportiva

Veja Também