Tite prefere ver Emerson e Guerrero “enfrentando outras equipes”

Tite disse compreender que o espetáculo seria outro com Emerson e Guerrero em campo no domingo, no Maracanã, na partida entre Flamengo e Corinthians. Mas os ex-alvinegros não vão participar do clássico por acordo entre os clubes, e o treinador acha isso ótimo.

“Eu não quero enfrentar, não. Deixa eles enfrentando outras equipes. Estou fora”, sorriu o gaúcho, multicampeão comandando os atacantes em preto e branco. “São dois jogadores com marcas de títulos. Ser campeão da Libertadores, do Mundial, é um fato marcante.”

Os contratos de ambos com o Corinthians se encerraria neste mês. Para facilitar a liberação ao Flamengo, a diretoria do clube do Parque São Jorge exigiu que eles não atuassem no domingo, pedido aceito. De acordo com o presidente Roberto de Andrade, a responsabilidade de pagar os atletas em julho ainda é sua.

“São diversas óticas. Claro, é inegável que eu não gostaria de enfrentar, enquanto técnico, a qualidade do Emerson e a do Guerrero. Não vou negar, absolutamente. Em relação ao espetáculo, a questão pode ser olhada por outra ótica. Na minha ótica, de técnico, não”, afirmou Tite.

Divulgação/Agência Corinthians

O posto de Tite como técnico do Corinthians lhe permite celebrar as ausências (foto: Daniel Augusto Jr.)

“A ótica do espetáculo não é a minha ótica profissional. Talvez, se não fosse técnico do Corinthians, eu gostaria de ver esses jogadores em campo. Talvez não, gostaria. Mas houve um acordo entre os clubes que definiu essa questão”, acrescentou o comandante.

O Flamengo até tentou rever o acordo, que é verbal, mas o clube paulistano bateu o pé. Por isso, no lugar de Cristóvão Borges, Tite não escalaria Emerson e Guerrero. “Não colocaria, porque a minha palavra vale mais do que 500 assinaturas. A minha palavra vale mais.”

Fonte: Gazeta Esportiva

Veja Também