Tite valoriza criação e minimiza dependência em gols de dupla

Jadson e Vagner Love marcaram oito dos últimos nove gols do Corinthians no Campeonato Brasileiro. A bola colocada na rede por Elias contra o Atlético-PR, na última quinta-feira, foi a exceção, mas esse números não deixam o técnico Tite preocupado.

“O Jadson fez cinco gols, mas as jogadas foram construídas por seus companheiros. Fez gol de falta, foi uma jogada construída. Teve o pênalti, jogada construída também. É a mesma coisa nos três gols que o Love fez. O aspecto criação é importante”, afirmou o gaúcho.

De acordo com o comandante, o gol não é o melhor parâmetro para avaliar a criatividade do time. Ele usou como exemplo o empate por 0 a 0 com o Goiás, no qual aprovou a produção alvinegra. O que não muda a frustração daqueles que não estão marcando.

“O Renato chutou duas bolas contra o Atlético. Uma pegou no poste de fora. Ele disse: ‘Pô, não está entrando’. Aí, a gente leva as situações para o treinamento. É pouca conversa e muito treino. Provoco situações de jogo e faço a cobrança em vídeos”, explicou Tite.

Apoiado nos gols de Jadson e Love, o Corinthians vem de três vitórias e um empate. E quer ampliar a série positiva contra o Flamengo, no Maracanã, no domingo. “Penso em repetir desempenho. É sistema agressivo, troca de passes, infiltrações. E traduzir em gol”, resumiu o treinador.

Djalma Vassão/Gazeta Press

Vagner Love e Jadson respondem por 66,7% dos gols do Corinthians no Campeonato Brasileiro

Fonte: Gazeta Esportiva

Veja Também