Vagner Love anima treinador com evolução e maior entrosamento

Houve partidas nas quais Vagner Love se livrou de atuações ruins com gol. Não foi o caso na noite de quinta-feira, em que a bola colocada na rede pelo centroavante nos acréscimos só serviu para coroar seu bom desempenho e definir a vitória por 2 a 0 do Corinthians sobre a Ponte Preta.

Para o técnico Tite, o atacante está “aprendendo a jogar” com seus companheiros, com “uma sintonia de pensamento” maior. Isso ficou claro em lances como o do primeiro gol, iniciado em ótimo trabalho de pivô para Renato Augusto ainda no campo defensivo alvinegro.

“Ele suportou até falta. Foi pênalti naquele chute dele”, afirmou o treinador, recordando uma jogada na qual Love roubou a bola e, calçado, acabou errando a finalização. O chefe também valorizou a disposição do atleta para marcar o volante Fernando Bob, que estava articulando a Ponte a partir da defesa.

Djalma Vassão/Gazeta Press

Vagner Love fez bem mais do que balançar a rede pela terceira vez seguida no estádio de Itaquera

A atuação do camisa 9, que igualou Guerrero marcando em três partidas seguidas em Itaquera, só não fez Tite desistir de reforços para o ataque. Sem citar o nome de Teófilo Gutiérrez, do River Plate, disse que “não é demérito nenhum para o Vagner Love” reforçar o time em um campeonato que premia a regularidade.

A chegada do colombiano já foi bem mais provável. A proposta feita pelo Corinthians não agradou ao River, que espera também uma oferta do português Sporting. O presidente alvinegro, Roberto de Andrade, avisou que não fará leilão pelo atacante de 30 anos.

Caso Gutiérrez seja contratado, promete Love, ele precisará lutar bastante para tirar sua vaga. “Com certeza, o jogador que chegar aqui vai ter que suar, vai ter que correr para ganhar lugar na equipe. Como eu corri, como eu lutei. Esperei meu espaço, meu momento, e estou procurando agarrar a oportunidade.”

Fonte: Gazeta Esportiva

Veja Também