Walter aponta que filha “deu sorte para caramba” em atuação decisiva

Walter foi decisivo para o Corinthians igualar a pontuação (29) do Atlético-MG na liderança do Campeonato Brasileiro. Na noite deste sábado, em Itaquera, o goleiro substituiu o lesionado Cássio e fez uma série de defesas importantes para segurar a vitória por 1 a 0 sobre o concorrente direto na disputa pelo título nacional.

Com um discurso humilde mesmo após a atuação de destaque, Walter só se permitiu abrir um largo sorriso ao falar sobre o seu talismã na Zona Leste de São Paulo. “Ela deu sorte para caramba”, observou o jogador, referindo-se à filha Maria Eduarda, de só dois meses, com quem entrou em campo.

Não foi apenas a sorte, no entanto, que fez Walter ter uma boa atuação contra o Atlético-MG. O goleiro enfrentava a desconfiança natural por geralmente ficar um longo período sem entrar em campo, na suplência de Cássio.

“É difícil entrar nessas condições, mas o trabalho do dia a dia com o professor Mauri (preparador de goleiros do Corinthians) dá resultado. Pude dar a minha parcela de ajuda à equipe. Temos um grupo em que quem entra dá conta do recado. Que todos continuem assim”, discursou.

Fernando Dantas/Gazeta Press

Walter foi decisivo para o Corinthians igualar a pontuação do Atlético-MG na tabela do Brasileiro

Se continuar assim quando for utilizado, Walter poderá ambicionar mais do que contribuir somente quando Cássio estiver fora de ação. “Não é questão de dar dor de cabeça ao treinador. Só fiz o meu trabalho, assim como o Cássio faz o dele”, concluiu o pai de Maria Eduarda.

Fonte: Gazeta Esportiva

Veja Também