Elias recorda erros e diz que, com benefício, Timão seria líder isolado -Gazeta Esportiva.net

Elias foi mais um jogador a demonstrar incômodo com a reclamação geral de que o Corinthians está sendo beneficiado pela arbitragem. Ele recordou falhas que prejudicaram o time alvinegro e afirmou que, com o propalado auxílio do apito, a posição na tabela seria mais tranquila do que a briga palmo a palmo com o Atlético-MG pela primeira posição.

“Se a gente fosse assim tão beneficiado pela arbitragem, era líder do Brasileiro. Alguns jogos atrás, a gente teve um ou dois pênaltis que não foram marcados contra o Santos. Poderia ter dado a vitória. É o que o Tite fala. O campeonato dá em uma hora, tira na outra”, disse o volante.

As queixas foram grandes no último domingo, no empate por 1 a 1 com o São Paulo, no Morumbi. Já nos acréscimos, Uendel usou a mão para bloquear chute, em lance visto até pelo técnico Tite como pênalti – mas não pelo juiz Leandro Pedro Vuaden. Os alvinegros recordam, no entanto, que estavam com um a menos pela questionada expulsão de Felipe.

Na noite de quarta-feira, também houve um lance de pênalti no final da partida. Rithely deu um carrinho com o braço erguido e bloqueou o cruzamento de Rithely. Luiz Flávio de Oliveira, cuja escalação fora criticada por ser ele um árbitro paulista, apontou a marca penal. Jadson fez a cobrança e definiu o triunfo por 4 a 3 do Corinthians sobre o Sport.

Os atletas da formação pernambucana deixaram o estádio de Itaquera revoltados, assim como os dirigentes rubro-negros, que prometeram até processar Luiz Flávio. O meia Jadson reagiu criticando o que chamou de “choradeira” e teve eco nas declarações de Elias.

“Esse é o futebol. Não é que o árbitro estivesse mal-intencionado. Erraram na expulsão do Felipe, que ninguém fala. Não foi nem falta. A gente só pensa em trabalhar, mal fala da arbitragem. Deixa o árbitro apitar. Tem que se valorizar o trabalho nosso. E o jogo nosso contra o Sport, que foi espetacular”, concluiu o volante.

00798303 1024x682 Elias recorda erros e diz que, com benefício, Timão seria líder isolado  Gazeta Esportiva.net
Elias se juntou a Jadson para criticar as reclamações dos adversários (foto: Sergio Barzaghi/Gazeta Press)

Fonte: Gazeta Esportiva

Veja Também