Pato cita pedidos de corintianos por sua volta e ainda sonha com a Europa -

Alexandre Pato garante que, por enquanto, só foi abordado por torcedores do Corinthians (e não por dirigentes) para debater o seu destino profissional a partir de 2016. Emprestado ao São Paulo até o final do ano, o atacante que pertence ao grande rival diz ter despertado saudades em alguns corintianos, mas ainda sonha com um retorno ao futebol europeu.

“Cara, é… Vejo nas minhas redes sociais e até mesmo nas ruas muitos torcedores do Corinthians pedindo a minha volta. Mas, neste momento, não estou pensando nisso. Só em jogar. Não sei o que vai acontecer”, esquivou-se Pato, porém sem descartar defender o Corinthians de janeiro até o final do seu contrato, em dezembro de 2017. “Se tiver que voltar, sou profissional. Sempre faço o meu trabalho com amor e me dedico ao máximo ao time que defendo.”

Pato não gostaria de voltar. Contratado pelo Corinthians por R$ 40 milhões em 2013, o atacante angariou desafetos com a sua displicência em momentos decisivos pelo rival – como quando recuou a bola para o goleiro Dida em uma cobrança de pênalti contra o Grêmio, pela Copa do Brasil. O ex-presidente Andrés Sanchez, que chegou a provocá-lo com um possível empréstimo para o Bragantino no ano que vem, é um deles.

00797218 1024x682 Pato cita pedidos de corintianos por sua volta e ainda sonha com a Europa
Atacante está feliz no São Paulo, mas admite que a permanência em 2016 é complicada (foto: Fernando Dantas/Gazeta Press)

Já o técnico Tite se mostra menos resistente. O comandante gaúcho tem sofrido para encontrar um sucessor para o peruano Paolo Guerrero em seu elenco – já testou o paraguaio Ángel Romero e Vagner Love na função e agora passou a apostar em Luciano –, porém sabe que contar com Pato para esse posto na próxima temporada é algo improvável.

Justamente para se livrar do Corinthians antes mesmo do que foi estabelecido em contrato, o jogador do São Paulo recorreu à Justiça, com base no atraso de pagamento dos seus direitos de imagem. O clube do Parque São Jorge quitou a dívida enquanto procurava interessados em recolocá-lo na Europa, esperançoso em reaver ao menos parte do investimento que contribuiu bastante com os seus atuais problemas financeiros.

Com a experiência de quem passou “cinco anos maravilhosos na Itália” a serviço do Milan, como costumava dizer, Pato ficaria feliz se o Corinthians fosse bem-sucedido em sua intenção de vendê-lo. “Meu ciclo na Europa não acabou. Não sei quando ou se virá ao caso dar sequência. Hoje, eu me sinto bem no São Paulo e não tenho conhecimento de propostas recebidas pelos clubes. Se for bom para mim e financeiramente para o Corinthians, para todos, terei que pensar”, comentou, nesta terça-feira, aceitando até a possibilidade de se transferir para um clube europeu de menor expressão, mas com “projeto”.

O São Paulo também inclui Alexandre Pato em seus projetos. Elogiado constantemente pelo técnico colombiano Juan Carlos Osorio, o atacante afirma ter reencontrado a felicidade no Morumbi, onde é festejado por torcedores – ao contrário do que ocorria no Pacaembu e também já foi comum em suas redes sociais.

“Adoro o São Paulo, mas sou um cara profissional. Tenho que seguir aquilo que assinei”, lamentou Alexandre Pato, ciente de que o seu time atual não dispõe de tantos recursos para contratá-lo definitivamente. “Se tivesse a oportunidade de ficar, eu gostaria. É o meu desejo. Mas também digo que o meu ciclo na Europa não acabou. Ainda tenho muito a aprender”, concluiu o são-paulino do Corinthians.

Fonte: Gazeta Esportiva

Veja Também