Renato Augusto defende escalação de garoto em fogueira contra o Santos -Gazeta Esportiva.net

Extremamente cuidadoso na integração de jovens ao time profissional do Corinthians, Tite julgou por bem escalar Matheus Pereira pela primeira vez em uma partida oficial no duelo eliminatório com o Santos, nas oitavas de final da Copa do Brasil. A opção gerou estranheza, mas foi defendida por Renato Augusto.

“Ele vinha treinando bem, é um grande jogador. Na minha opinião, não foi mal. Teve personalidade, buscou o jogo. Não vejo por que a crítica de escalar um atleta tão novo. Todo o mundo critica porque não bota garoto da base. Quando bota, o problema é que botou. Na minha opinião, ele não deixou nada a desejar”, afirmou o meia.

Pereira, de 17 anos, entrou contra o Santos porque o chefe resolveu dar prioridade ao Campeonato Brasileiro. Deixando fora os titulares Fagner, Elias e Jadson, Tite viu sua equipe ser derrotada por 2 a 1 pelo rival e ser eliminada pela terceira vez seguida em Itaquera.

00803013 1024x681 Renato Augusto defende escalação de garoto em fogueira contra o Santos  Gazeta Esportiva.net
Tite deu descanso a titulares e escalou Matheus Pereira no clássico (foto: Fernando Dantas/Gazeta Press)

“Muita gente não entende. O cara não chega ali e fala: ‘Não quero jogar’. São feitos exames. E, no caso desses atletas, existia um risco muito grande de lesões. Devido ao calendário, quase 80 jogos no ano, uma hora ou outra você vai ter que tirar o jogador”, disse Renato Augusto.

Aqueles que estavam cansados estarão em campo no domingo, contra a Chapecoense, pelo Campeonato Brasileiro. Já Matheus Pereira, em quem Tite viu maturidade suficiente para um mata-mata contra o Santos, voltará a ser uma das últimas opções no banco de reservas.

Fonte: Gazeta Esportiva

Veja Também