Santos impõe terceira eliminação seguida ao Corinthians em Itaquera -Gazeta Esportiva.net

Ricardo Oliveira Barza Santos impõe terceira eliminação seguida ao Corinthians em Itaquera  Gazeta Esportiva.net
O atacante Ricardo Oliveira foi o autor do segundo gol do Santos em Itaquera (Foto: Sergio Barzaghi/Gazeta Press)

O torcedor do Corinthians gosta de dizer que, se “caiu em Itaquera, já era”. No quarto confronto eliminatório decidido na zona leste de São Paulo desde a inauguração do novo estádio, a equipe caiu pela terceira vez seguida, desta vez diante do Santos, que avançou às quartas de final da Copa do Brasil.

Tite, que não esconde sua falta de confiança em atletas recém-promovidos aos profissionais, escalou pela primeira vez um meia de 17 anos para reverter a derrota de 2 a 0 da Vila Belmiro. O talentoso Matheus Pereira não fez o suficiente para evitar que os donos da casa perdessem novamente, por 2 a 1, e dessem adeus à disputa.

Apesar do empenho da arquibancada, o Corinthians muito pouco produziu na zona leste de São Paulo. Mais competente, o Santos já faria por merecer a classificação pelo simples fato de levar a sério o embate. Em campo, comprovou que era o alvinegro a estar nas quartas de final – com adversário a ser conhecido em sorteio da CBF.

No primeiro tempo, diante da falta de criatividade do adversário, a equipe do litoral construiu bem um contra-ataque – concluído por Gabriel – para definir o confronto. Bastou algum equilíbrio após o intervalo para que a vaga na próxima fase fosse confirmada, com gol de Ricardo Oliveira. Ángel Romero descontou.

 

 

Santos resolve fora do alçapão
Tite julgou que o Corinthians não tinha elenco para seguir na briga pelo título do Campeonato Brasileiro e lutasse para conquistar a Copa do Brasil. Só não avisou à torcida, que compareceu em ótimo número para apoiar uma causa que o comandante não apoiava.

Com Fagner, Elias e Jadson poupados pelo gaúcho, os donos da casa não causaram a menor apreensão nos visitantes. Os comandados de Dorival Júnior se posicionaram para os contra-ataques e aproveitaram a primeira real oportunidade que se apresentou, aos 14 minutos.

Geuvânio recebeu do talentoso Lucas Lima na esquerda e cruzou rasteiro. Gabriel chegou concluindo de pé direito para tornar a missão dos anfitriões complicadíssima, com quatro gols necessários para que a eliminação fosse evitada. E foi o Santos que esteve mais perto do gol até o intervalo.

Torcedora Corinthians dantas Santos impõe terceira eliminação seguida ao Corinthians em Itaquera  Gazeta Esportiva.net
A nova derrota do Timão para o Santos frustrou os mais de 37 mil corintianos que lotaram a Arena (Foto: Gazeta Press)

A torcida corintiana só permaneceu na arquibancada no segundo tempo porque não compartilha das ideias de Tite. Aos 19 minutos, viu Gabriel receber em contra-ataque pela direita e cruzar rasteiro. Ricardo Oliveira mostrou sua presença de área, concluindo de pé esquerdo no contrapé de Cássio.

A essa altura, o Corinthians precisava de cinco gols para eliminar o rival da Copa do Brasil. Por isso, aos 27, quando Bruno Henrique roubou bola e Vagner Love serviu Romero – substituto de Pereira – para descontar, não houve explosão em Itaquera. O Santos, querendo e merecendo, avançou às quartas de final da Copa do Brasil.

FICHA TÉCNICA
CORINTHIANS 1 X 2 SANTOS

Local: estádio de Itaquera, em São Paulo (SP)
Data: 26 de agosto de 2015, quarta-feira
Horário: 22h (de Brasília)
Árbitro: Ricardo Marques Ribeiro (MG)
Assistentes: Bruno Boschilia (PR) e Marcio Eustaquio Santiago (MG)
Público: 37.338 pagantes
Renda: R$ 2.353.824,50
Cartões amarelos: Vagner Love, Bruno Henrique, Felipe e Gil (Corinthians); Ricardo Oliveira e Lucas Lima (Santos)

Gols
Corinthians: Romero, aos 27 minutos do segundo tempo
Santos: Gabriel, aos 14 minutos do primeiro tempo, e Ricardo Oliveira, aos 19 minutos do segundo tempo

CORINTHIANS: Cássio; Edílson, Felipe (Edu Dracena), Gil e Uendel; Ralf; Matheus Pereira (Romero), Bruno Henrique (Cristian), Renato Augusto e Malcom; Vagner Love
Técnico: Tite

SANTOS: Vanderlei; Victor Ferraz, David Braz, Gustavo Henrique e Zeca; Thiago Maia (Leandrinho), Renato e Lucas Lima; Gabriel (Marquinhos Gabriel), Ricardo Oliveira e Geuvânio (Chiquinho)
Técnico: Dorival Júnior

Fonte: Gazeta Esportiva

Veja Também