Timão passa apuros contra Avaí e vence com emoção para manter ponta -Gazeta Esportiva.net

sccp Timão passa apuros contra Avaí e vence com emoção para manter ponta  Gazeta Esportiva.net
Com dois de Luciano, Timão supera falta de criatividade para segurar liderança do Brasileirão (Foto: Daniel Augusto Jr./Ag. Corinthians)

O Corinthians foi à Ressacada para consolidar a liderança do Campeonato Brasileiro neste domingo, mas a visita ao Avaí pela 19ª rodada provou-se muito mais dura do que o planejado. A exemplo do que tem apresentando fora de casa, o Alvinegro foi mais monótono do que criativo e precisou, além de sorte, de grandes defesas de Cássio para vencer por 2 a 1 e manter a ponta.

O primeiro da série de erros defensivos apresentados pelo Corinthians resultou em gol de André Lima aos 14 minutos, em bola aérea. Se o Avaí não foi amplamente dominante é porque teve como obstáculo sua própria limitação técnica. Luciano empatou no último lance antes do intervalo, e guardou para a reta final o golaço decisivo que garantiu a vitória.

Ainda que o desempenho tenha sido aquém do esperado longe de casa, o Corinthians fecha o turno na liderança. Alcança os 40 pontos e amplia para 11 jogos a sequência de invencibilidade. O próximo compromisso pelo Brasileirão é na Arena, contra o Cruzeiro. Mas antes disso tem lugar o primeiro dos clássicos com o Santos, nesta quarta-feira, válido pelas oitavas de final da Copa do Brasil.

Coincidentemente, o próximo adversário do Avaí também é o Santos. Fora da Copa do Brasil, o time catarinense visita o Peixe na Vila Belmiro no sábado para abrir o segundo turno dando sequência à luta contra a degola. Estacionado na 16ª colocação, o Leão da Ressacada tem 20 pontos – um acima da zona de rebaixamento.

Blog do Alberto helena Júnior: “Luciano e a estátua do Pan”

O jogo – Sem impor seu ritmo nos primeiros minutos, o Corinthians permitiu ao Avaí investir pela esquerda de sua defesa, onde Guilherme Arana era frequentemente exigido. A mais frutífera das três investidas iniciais do lateral Nino Paraíba rendeu cruzamento a André Lima, mas nada mais perigoso do que isso.

Quando a partida parecia entrar em período enfadonho, um levantamento da esquerda explorou a timidez corintiana em bola aérea. André Lima se antecipou à marcação e desviou para vencer Cássio aos 14 minutos. A desvantagem não mudou a postura do Alvinegro, que continuou acanhado ofensivamente.

Nem a saída do lesionado André Lima diminuiu o ímpeto avaiano, e uma enfiada de bola para Rômulo só não culminou no segundo gol porque Cássio fez boa defesa. Daí em diante o simplório futebol do Corinthians corrompeu também o time da casa, que a exemplo do rival renunciou à presença no ataque.

Com exceção de um ou outro lance pouco perigoso, a percepção era de que os minutos até o intervalo reservariam pouca emoção. Mas o festival de passes errados foi encerrado, assim como o primeiro tempo, com uma sobra de bola muito bem aproveitada por Luciano. O camisa 18 mandou de primeira para anotar fazer jus à titularidade e comprovar a boa fase no Timão.

O empate fez o Timão acordar assim que o segundo tempo começou. Um bate-rebate dentro da área que resultou em chute de Malcom logo foi seguido por bom drible e arremate de Luciano, mas ambos ficaram no quase. À melhora alvinegra se somou outro atacante lesionado do Avaí, sendo Gilson Kleina obrigado a fazer nova substituição para tirar Romulo de campo.

Mas se a perda de referências no ataque sugeria a subordinação do time da casa, a prática provou-se outra. O Corinthians voltou a ser inconstante e só levou perigo em combinação de Arana com Jadson pela esquerda. Após longo período de inanição, o Avaí respondeu na melhor oportunidade do segundo tempo quando Jéci perdeu gol incrível debaixo das traves.

Por falar em trave, Tinga a fez balançar em chute colocado da entrada da área ao aproveitar a marcação distante. A lista de sustos sofridos pelo Corinthians ainda conteve um gol anulado de Jéci, que foi flagrado em impedimento bastante discutível. Comprovando um dos mais antigos ditados do futebol, o Avaí não fez e acabou tomando o gol de desempate em um chute lindo de Luciano. O quinto do atacante nos últimos três jogos.

Antes do final ainda deu tempo de Cássio distribuir milagres ao defender chute cruzado de Jéci. O escanteio que se seguiu rendeu uma finalização à queima-roupa já nos acréscimos, mas o goleiro voltou a mostrar trabalho. Sorte do Corinthians, que mantém-se como melhor do Campeonato Brasileiro ao final do primeiro turno.

FICHA TÉCNICA
AVAÍ 1 x 2 CORINTHIANS

Local: Estádio Aderbal Ramos da Silva (Ressacada), em Florianópolis (SC)
Data: 16 de agosto de 2015, domingo
Horário: 16 horas (de Brasília)
Árbitro: Anderson Daronco (RS)
Assistentes: Márcio Eustáquio Santiago (MG) e Nadine Schram Camara Bastos (SC)
Cartões amarelos: Guilherme Arana (Corinthians)

Gols:
AVAÍ: André Lima aos 14 minutos do primeiro tempo
CORINTHIANS: Luciano aos 47 minutos do primeiro tempo e aos 41 minutos do segundo tempo

AVAÍ: Diego, Nino Paraíba, Jeci, Antônio Carlos e Romário; Adriano (Eduardo Neto), Tinga, Néstor Camacho, Romulo (Conrado) e Pablo; André Lima (Hugo)
Técnico: Gilson Kleina

CORINTHIANS: Cássio, Guilherme Arana, Gil, Felipe e Fagner, Bruno Henrique, Elias, Rodriguinho (Danilo), Jadson (Edílson) e Malcom (Rildo); Luciano
Técnico: Tite

Fonte: Gazeta Esportiva

Veja Também