Tite promete disciplina e pede para não falar mais sobre arbitragem -Gazeta Esportiva.net

A arbitragem, como tem sido rotina, foi assunto no treino do Corinthians de terça-feira. Diante das acusações gerais de que o time tem sido favorecido no Campeonato Brasileiro, Tite só prometeu disciplina da formação preta e branca antes de pedir para encerrar a questão.

“Por favor, peço que não perguntem mais sobre arbitragem. Incomoda”, afirmou o treinador, pouco depois de responder ao terceiro questionamento sobre o tema.

“Vou me preocupar com aquilo que é minha responsabilidade. Não vou ficar dando pio nenhum para levar vantagem em uma situação ou outra. Torço para que tudo seja decidido dentro do campo e vou contribuir, tal qual os atletas, em termos de disciplina e competição leal”, comentou.

A2740F90924 1024x683 Tite promete disciplina e pede para não falar mais sobre arbitragem  Gazeta Esportiva.net
Atletas do Corinthians foram orientados a não reclamar com os árbitros (foto: Daniel Augusto Jr./Agência Corinthians)

O grito geral contra o suposto benefício do Corinthians se formou após o empate por 1 a 1 com o São Paulo, há pouco mais de uma semana. Pressionado por estar com um a menos – por expulsão muito questionada de Felipe –, o time alvinegro escapou de ter um pênalti contra no finalzinho, quando Uendel usou a mão para bloquear chute na área.

Na rodada seguinte, a formação do Parque São Jorge venceu o Sport por 4 a 3, com um pênalti marcado em um toque de mão de Rithely, que deu carrinho com o braço direito erguido. No triunfo por 2 a 1 sobre o Avaí, a reclamação foi sobre um gol anulado dos catarinenses. De acordo com a tecnologia do Sportv, o impedimento de Jéci foi bem marcado.

Nessa sequência de partidas, o Corinthians acabou ultrapassando o Atlético-MG na liderança do Nacional. E a formação de Belo Horizonte reclamou bastante por ter sido prejudicada nas últimas duas rodadas, nas derrotas para Grêmio e Chapecoense que abriram a brecha para o novo primeiro colocado.

Diferentemente do que fez em outras ocasiões – quando citou, por exemplo, o que apontou como erros claros da arbitragem contra seu time na derrota para o Santos –, Tite preferiu não entrar em detalhes sobre lances específicos. Só reiterou a promessa de que seu time não vai pressionar os juízes.

O gaúcho disse ter sido parabenizado por José Mocellin, delegado da partida contra o Avaí, pela disciplina demonstrada no confronto com o Avaí. O respeito aos árbitros, repetiu, será mantido. “Quero ser correto, sem ser ingênuo, sem ser bobo.”

Fonte: Gazeta Esportiva

Veja Também