Edu Dracena revela dívida de seis meses de salário com o Santos

edud Edu Dracena revela dívida de seis meses de salário com o Santos
Dracena acertar finanças com Santos e se firmar no elenco do Timão para 2016 (Foto:Djalma Vassão/Gazeta Press)

Mesmo após mais de dez meses longe do Santos, Edu Dracena continua dependendo da diretoria do Peixe para receber aquilo que lhe é de direito. Longe da Baixada Santista desde janeiro, quando rescindiu contrato, o defensor comemora agora o hexacampeonato brasileiro pelo Corinthians, mas não esquece do montante de seis meses de salário atrasados que tem a receber.

Em participação na ESPN Brasil nesta segunda-feira, um dia depois da goleada histórica sobre o São Paulo, por 6 a 1, em Itaquera, Edu Dracena relatou a falta que o Santos tem feito em cumprir com o compromisso. Capitão da equipe durante cinco anos, Dracena disputou mais de 200 jogos e foi tricampeão paulista, além de vencer títulos da Copa do Brasil, da Copa Libertadores e da Recopa Sul-americana.

“Infelizmente a gente entrou em um acordo que não está sendo cumprido pela parte do Santos. Espero que eles resolvam esse problema, até porque procurei sair de uma forma amigável”, falou o zagueiro. “Espero que eles cumpram o que está escrito no papel”, acrescentou Dracena, que deixou o Santos envolvido em litígio trabalhista assim como os casos do goleiro Aranha e do volante Arouca.

Contratado pelo Timão dias após deixar o Santos, Edu Dracena assumiu a vaga de Anderson Martins, que voltou ao futebol do Catar, mas só começou a ter chances entre os titulares neste final de temporada. Contudo, apesar da larga experiência no futebol, o defensor não ousa reclamar das decisões de Tite, tido como principal responsável por conduzir o grupo reformulado ao título nacional.

“Não tem que ficar com ciuminho, nunca tive isso na minha vida. Nossa relação é muito boa, ali ninguém é adversário de ninguém. Todo mundo quer jogar, mas o mais importante é o respeito entre os jogadores. Quando você vem com a expectativa que eu vim, muito se pergunta por que não está jogando, mas tenho que respeitar a opinião do treinador”, ponderou.

Após o segundo título brasileiro da carreira, já que também venceu com o Cruzeiro em 2003, Edu Dracena deve ter mais chances nestes últimos jogos do Brasileiro, o que ficou evidente no clássico contra o São Paulo, quando Tite lançou mão do time reserva e mesmo assim viu o Corinthians golear por 6 a 1. Com 80 pontos somado e título garantido, o desafio agora fica por superar a marca do Cruzeiro, igualada com os três pontos do fim de semana, inaugurando novo recorde nos pontos corridos.


Fagner quer recorde pelo Timão e torce contra rebaixamento do Vasco



Mesmo depois do hexacampeonato brasileiro confirmado, com direito até à volta olímpica e entrega de taça após a goleada histórica …

 

Com confrontos brasileiros, Florida Cup tem datas e horários confirmados



Torneio de pré temporada realizado nos Estados Unidos, a Florida Cup, que terá sua segunda temporada disputada em 2016 teve suas datas …

 

Fim de treino fechado do Palmeiras para final tem cobranças de pênalti



Em preparação para iniciar a decisão da Copa do Brasil contra o Santos, o técnico Marcelo Oliveira decidiu fechar à imprensa o trei …

 

Após gol em jogo de número 300, Gum não descarta saída do Flu



Titular absoluto no esquema de Eduardo Baptista, e um dos jogadores mais antigos no clube em meio ao atual elenco do Fluminense, o zague …

 



Fonte: Gazeta Esportiva

Veja Também