Tite diz que Corinthians retrocedeu e promete lutar para evitar novas saídas

A2869F95451 1024x683 Tite diz que Corinthians retrocedeu e promete lutar para evitar novas saídas
“A China que vá para a China”, brincou Tite; Ralf, Jadson e Renato Augusto foram para lá (foto: Daniel Augusto Jr./Ag. Corinthians)

Calado desde a apresentação do Corinthians para a temporada 2016, Tite finalmente se pronunciou sobre o desmanche do hexacampeão brasileiro. Já nos Estados Unidos, onde a equipe faz parte de sua pré-temporada, o treinador lamentou as saídas e prometeu lutar contra novas baixas.

“Retrocedemos. É inevitável. A direção não queria, eu não queria…”, afirmou o gaúcho. Foi uma equipe de trabalho que acabou se desfazendo. Em uma escala, estava no topo. Retrocede e se reconstrói. O futebol brasileiro, pelo poder econômico, acaba gerando isso.”

Desde o fim da Nacional, conquistado com bastante facilidade, só da formação titular, foram embora Ralf, Jadson, Renato Augusto e Vagner Love. Cássio esteve com um pé no Besiktas, mas o Corinthians não topou a grana oferecida pelos turcos. E Gil ainda é alvo do futebol chinês.

“Não vou ficar olhando para trás. Vamos lutar pela manutenção dos atletas que estão aqui”, disse Tite, sempre ativo na tentativa de convencer seus comandados a permanecer. “Vou ter a coragem. Vou continuar fazendo isso e me mover dentro do meu limite.”

Essa é a prioridade do treinador no momento. Sabendo exatamente com quem poderá contar, ele tentará remontar um time cujo futebol tinha um nível muito bom há pouco tempo. “Permanecendo esse grupo, a gente passa para outro estágio. A equipe está aberta e vamos apressar etapas”, concluiu.


Fonte: Gazeta Esportiva

Veja Também