Capitão Danilo volta a Santos com boas recordações na memória

Perto de completar 37 anos, em sua sétima temporada no Corinthians, Danilo continua sendo referência no clube. Nomeado capitão no clássico de domingo, contra o Santos, o meia será o responsável por estabilizar um time com nomes como Balbuena, com uma partida pelo time alvinegro no currículo – 320 a menos do que o camisa 20.

Sua orientação será a habitual: repetir no jogo o que é feito no treinamento. Algo trivial para um atleta tranquilo como ele. Na própria Vila Belmiro, palco do embate deste final de semana, o mineiro fez isso em mais de uma ocasião, colecionando recordações excelentes.

Em uma delas, o Corinthians deu grande passo para a conquista da Copa Libertadores de 2012, ao triunfar por 1 a 0 sobre o Santos no jogo que abriu a semifinal. Autor do gol, Emerson foi expulso e tornou difícil segurar o resultado. Danilo estava lá e para isso contribuiu. No duelo de volta, no Pacaembu, marcou o gol da classificação.

No ano seguinte, o Campeonato Paulista foi decidido na Vila. A formação paulistana chegou ao litoral jogando pelo empate e tomou rapidamente um gol de Cícero. Capitão na ocasião, Danilo apareceu para resolver – com a cabeça enfaixada, para maior efeito dramático, por causa de um ferimento.

danilo danielaugustojr agenciacorinthians 1024x683 Capitão Danilo volta a Santos com boas recordações na memória
Danilo definiu o 27º título estadual do Corinthians (foto: Daniel Augusto Jr./Ag. Corinthians – 19/5/13)

Em todo seu longo período como jogador alvinegro até agora, o meia ficou fora das duas principais derrotas na Vila. Ele estava em raros momentos de baixa e não participou da decisão do Paulista de 2011, vencida pelo Santos, nem do massacre do início de 2014: 5 a 1 para os donos da casa.

Desta vez, estará em campo um certo capitão Danilo, que recebeu a faixa do gaúcho Tite para exercer sua discreta liderança. “Comandar, não. Todo o mundo tem que comandar, todo o mundo tem a obrigação de se ajudar, de cobrar o companheiro. É fazer dentro de campo o que a gente faz no treino”, resumiu.


Fonte: Gazeta Esportiva

Veja Também