Cássio relembra encontro com ídolo e distribui ovos de páscoa para crianças

00853229 Cássio relembra encontro com ídolo e distribui ovos de páscoa para crianças
Cássio relembrou encontro com o goleiro Danrlei, no Grêmio (Foto: Fernando Dantas/Gazeta Press)

Acostumado a entrar na Arena Corinthians com mais de 30 mil pessoas cantando seu nome, nesta segunda-feira o goleiro Cássio foi recepcionado por vozes mais finas, em menor número, mas com ainda mais carinho. O gigante do Corinthians participou da festa promovida pelo clube no Parque São Jorge, sede social do Timão, em que mais de 330 crianças carentes do Jardin Peri, na zona norte de São Paulo, receberam ovos de Páscoa.

“Foi muito legal participar dessa festa. Eu também já fui pequeno (risos) e isso é muito gratificante. Gosto muito desse tipo de ação e teve até um garoto que se emocionou quando me conheceu. Para mim isso é muito gratificante”, disse o goleiro.

Para dar uma festa de Páscoa para as crianças carentes, o Corinthians transformou o ginásio esportivo Bernardão em um buffet infantil, que contava com brinquedos infláveis e barracas de alimentação que serviam cachorro-quente, algodão doce, pizza e outros quitutes. Além da festa, o clube distribuiu um ovo de Páscoa do Timão, junto com uma bola e material escolar para cada uma das crianças.

Este foi o quinto ano consecutivo que o Corinthians promoveu a ação em sua sede social. O goleiro Cássio, premiado da vez para interagir com as crianças, lembrou de um encontro com seu ídolo quando ainda era garoto, e como este teve grande influência em suas escolhas na infância.

“Fui com 13 anos para o Grêmio e eu sempre gostei muito do Danrlei. Quando cheguei lá, por ser de uma família humilde, já fui logo pedindo uma luva para ele. Ele prontamente me deu e conversou comigo e, quando subi para o profissional, ele sempre me dava dicas e era muito bacana. Seria muito frustrante se ele não fosse uma pessoa legal. Foram cinco minutos que para mim valeram demais. Que bom que poso estar aqui, junto com as crianças, mesmo que por pouco tempo, mas posso ficar um pouco com eles” relembrou o goleiro.

O Centro de Assistência Social do Jardim Peri atende cerca de 500 crianças diariamente para atividades fora do período escolar. A entidade iniciou as atividades em 1995 e se mantém por meio do trabalho voluntário e de doações.

* Especial para a Gazeta Esportiva


Fonte: Gazeta Esportiva

Veja Também