Com defesa em formação, Timão sofre derrotas seguidas após nove meses

fd corinthians 2902 166 de 371 Com defesa em formação, Timão sofre derrotas seguidas após nove meses
Corinthians tenta retomar solidez defensiva nesta temporada (foto: Fernando Dantas/Gazeta Press)

O Corinthians ainda tenta se acostumar à sua nova realidade. Após a debandada de importantes nomes da equipe campeã brasileira em 2015, o time vem sofrendo com oscilações neste início de temporada e enfrenta uma marca um tanto quanto incômoda: desde junho do ano passado os comandados de Tite não somavam duas derrotas em sequência.

Na última ocasião em que isso aconteceu, o Corinthians acabou perdendo o clássico contra o Palmeiras, no estádio de Itaquera, e o confronto diante do Grêmio, em Porto Alegre, ambos válidos pelo primeiro turno do Campeonato Brasileiro. Posteriormente, a equipe embalou e não deu chances para que dois tropeços seguidos ocorressem em 2015.

Outro fato que chamou a atenção na derrota desta quarta-feira diante do Cerro Porteño foi a defesa, que havia tempos não sofria três gols em uma única partida. Mais uma vez o Palmeiras aparece como algoz do Timão nos dados, sendo o último a ter conquistado o feito, no Palestra Itália, já no segundo turno do Brasileirão, quando as equipes ficaram no empate em 3 a 3. Seis rodadas antes, o Sport também conseguiu furar a defesa alvinegra, mas acabou sucumbindo em Itaquera no triunfo dos adversários por 4 a 3.

Tite ainda busca consolidar o novo sistema defensivo da sua equipe. Balbuena chegou há pouco tempo e Felipe é o único zagueiro titular remanescente da dupla campeã brasileira. Contra o Cerro Porteño o defensor falhou nos lances do primeiro e terceiro gol, quando o atacante Guillermo Beltrán acabou levando a melhor e colocando a bola para o fundo das redes.

O grande desafio para o Corinthians é se recompor já para o jogo contra o Botafogo-SP, no próximo domingo, em Ribeirão Preto, pelo Campeonato Paulista. Já na próxima quarta-feira, o time alvinegro encara novamente o Cerro Porteño, desta vez em casa, em Itaquera, para retomar a liderança do Grupo 8 da Copa Libertadores.


Fonte: Gazeta Esportiva

Veja Também