“Conselheiro” do elenco, Romero comemora volta ao Paraguai

00849846 “Conselheiro” do elenco, Romero comemora volta ao Paraguai
O paraguaio nasceu nos arredores de Assunção e viveu a maior parte de sua carreira como jogador do Cerro Porteño (Foto: Sergio Barzaghi/Gazeta Press)

O atacante Ángel Romero será praticamente um guia turístico e futebolístico do elenco do Corinthians na viagem para o Paraguai, que começou nesta terça-feira. O jogador revelou nesta terça-feira que tem dado dicas a todos os companheiros do elenco e até ao técnico Tite sobre a cidade de Assunção, o Cerro Porteño, adversário de quarta, às 19h30 (de Brasília), e o estádio Defensores del Chaco, local da partida.

“Todo mundo pergunta para mim sobre o Cerro, jogadores também, clima, gramado, estádio. O pessoal está bastante curioso para o jogo”, disse ainda no Aeroporto Internacional de Guarulhos o avante, que ficou fora da derrota por 2 a 0 para o Guaraní, no ano passado, que encaminhou a queda nas oitavas de final do torneio. “Alguns conhecem porque foram jogar no ano passado contra o Guarani, então já têm uma ideia”, completou.

Contente por poder retornar praticamente a sua cidade-natal (ele nasceu em Fernando de la Mora, na Grande Assunção) pela primeira vez desde que foi contratado pelo Corinthians, o avante reconheceu ter ficado triste pela ausência no duelo eliminatório de 2015. Antes do embate contra seu time do coração, no entanto, preferiu exaltar a chance de participar nesta temporada.

“É um momento especial, jogar no meu país, contra o meu time. Ano passado infelizmente não joguei contra o Guarani, mas ficou para trás. Agora tenho a oportunidade de entrar no segundo tempo, se entrar, e mostrar para o Tite que estou preparado para jogar”, afirmou o atleta, que pediu bastante cuidado com o Cerro, apesar do mau momento que vive o rival.

“Conheço todo mundo que está jogando na atualidade lá no Cerro, tudo que é o time, o estádio. Todos sabem que é um time que não está passando por um bom momento, mas vai querer virar tudo e fazer um grande jogo contra nós. Acredito que será muito difícil jogar lá”, encerrou.

 


Fonte: Gazeta Esportiva

Veja Também