Corinthians visita Botafogo e tenta mostrar força após duas derrotas

A2945F98038 1024x683 Corinthians visita Botafogo e tenta mostrar força após duas derrotas
Felipe espera se recuperar da má atuação que teve em Assunção (foto: Daniel Augusto Jr./Agência Corinthians)

O futebol do Corinthians vinha sendo questionado; os resultados, não. Após derrotas consecutivas – para Santos, no Campeonato Paulista, e Cerro Porteño, na Copa Libertadores –, a situação mudou, e a equipe alvinegra se vê pressionada a conseguir um placar positivo na visita ao Botafogo, em Ribeirão Preto, pela nona rodada do Estadual.

Leia mais:

Corinthians terá sete alterações para encarar o Botafogo no interior

No confronto, marcado para as 16h (de Brasília) de domingo, Tite deverá dar oportunidade a atletas que não foram titulares no Paraguai. Há novo confronto com o Cerro, na quarta, em São Paulo, e o gaúcho prioriza demais a competição sul-americana – a ponto de costumeiramente escalar reservas em clássicos.

Não muda, no entanto, o fato de que o Corinthians precisa reagir aos recentes fracassos, até para que seja criado um clima de confiança antes da importante revanche com os paraguaios. “Não vamos ficar de cabeça baixa, não. A derrota serve para a gente nos unir, ficar mais forte ainda”, disse o meia Giovanni Augusto.

O adversário também busca sua recuperação. Ela começou na última rodada, na estreia do técnico Márcio Fernandes com vitória sobre o Mogi Mirim, mas o Botafogo ainda segue em situação incômoda na luta contra o rebaixamento. A formação tricolor é a quarta colocada do Grupo A, com dez pontos em oito partidas.

No confronto com o dono da melhor campanha do Paulista – o Corinthians lidera o Grupo D, com 17 pontos –, o time de Ribeirão Preto conta com uma defesa que, mesmo nos piores momentos da campanha, mostrou solidez. Foram sete gols sofridos até aqui, marca que só não é tão boa quanto a do próprio Corinthians, vazado seis vezes.

FICHA TÉCNICA
BOTAFOGO X CORINTHIANS

Local: estádio Santa Cruz, em Ribeirão Preto (SP)
Data: 13 de março de 2015, domingo
Horário: 16h (de Brasília)
Árbitro: Rodrigo Guarizo Ferreira do Amaral
Assistentes: Danilo Ricardo Simon Manis e Luis Alexandre Nilsen

BOTAFOGO: Neneca; Daniel Borges, Caio Ruan, Mirita e Jussandro; Rodrigo Thiesen, Carlos Alberto, Allan Dias e Danilo Bueno; Serginho e Nunes (Alemão)
Técnico: Márcio Fernandes

CORINTHIANS: Walter; Edílson, Felipe, Balbuena e Uendel; Willians, Giovanni Augusto, Maycon, Guilherme e Danilo; Luciano
Técnico: Tite


Fonte: Gazeta Esportiva

Veja Também