Em busca de permanência, Lucca participa de todos jogos do ano

A2942F97946 1024x683 Em busca de permanência, Lucca participa de todos jogos do ano
Elenco corintiano reconhece gramado do Estádio Defensores del Chaco (Foto: Daniel Augusto Jr./Ag. Corinthians)

Em meio à reconstrução do elenco e às tentativas do técnico Tite de achar a sua equipe titular, apenas um jogador conseguiu participar de todas as partidas oficiais do Corinthians em 2016: o atacante Lucca. O jogador, presente como titular na maioria dos embates, tenta usar a sequência de jogos para convencer a diretoria de que vale a pena comprar seus direitos econômicos, vinculados ao Criciúma.

Autor de dois gols nas dez partidas que jogou, sendo sete delas como titular, ele tem contrato de empréstimo apenas até o dia 31 de maio. O acordo foi firmado na reta final da janela de inscrições do Campeonato Brasileiro do ano passado, quando o clube via com o urgência a necessidade de mais uma opção pelas pontas devido à lesão de Rildo.

“Está sendo legal, importante, ter a confiança não só da comissão como dos companheiros, fico feliz, espero continuar assim nos próximos jogos”, afirmou o jogador, animado com a possibilidade de jogar mais um jogo pela Libertadores da América longe dos domínios paulistas. Na estreia em partidas do tipo, ele foi decisivo ao realizar a jogada do gol da vitória sobre o Cobrasal, no Chile.

“É a minha primeira Libertadores. É sensacional poder disputar num clube como o Corinthians, maravilhoso, agora é dar prosseguimento porque são jogos difíceis”, ressaltou o avante, que deve continuar como titular na linha de quatro homens do meio-campo, ao lado de Guilherme, Rodriguinho e Giovanni Augusto. Mesmo que isso não acontecesse, porém, ele garante que não teria problema.

“Eu tento ser o mesmo indepentemente da situação que for. Logicamente que, se eu entrar no segundo eu acabaria sentindo um pouco mais a falta de ritmo. As pessoas às vezes pensam que você tem que correr mais quando entra na etapa final, mas as pernas incham, a movimentação complicada. Creio que, independentemente disso, eu tento fazer o meu melhor”, encerrou.

 


Fonte: Gazeta Esportiva

Veja Também