Fagner retribui elogio de Tite e recorda evolução nos tempos de Mano

A2408F78648 1024x683 Fagner retribui elogio de Tite e recorda evolução nos tempos de Mano
Fagner cresceu ao longo de 2014, sob chefia de Mano (foto: Daniel Augusto Jr./Ag.Corinthians – 30/10/14)

O futebol apresentado por Fagner fez o técnico Tite lhe chamar de “jogador de seleção”, elogio devidamente retribuído. O lateral direito não se esqueceu, no entanto, da evolução que teve ao longo de 2014, sua primeira temporada no retorno ao Corinthians, sob comando de Mano Menezes.

“Muito foi feito, naquela época, para que eu entendesse a linha de quatro marcadores”, disse o jogador, citando os auxiliares de Mano que lhe davam atenção. “O próprio Fábio Carille, que continua aqui, e o Sylvinho, que não está mais, pegavam no pé”, acrescentou.

Com Tite, o desempenho de Fagner atingiu um novo patamar. Se seu posicionamento defensivo causava desespero anteriormente, o atleta passou a ser um dos pontos de segurança do sistema de marcação alvinegro. Do meio para a frente, sua qualidade não decaiu.

00852183 360x240 Fagner retribui elogio de Tite e recorda evolução nos tempos de Mano
Para Fagner, “sem dúvida”, Tite é melhor técnico do Brasil (foto: Fernando Dantas/Gazeta Press)

“Sempre fui muito aberto à questão do posicionamento, via vídeos. Sempre quis aprender e, vendo situações de jogo, as coisas foram acontecendo. Com a chegada do Tite, as coisas melhoraram muito porque ele enfatizou bastante agressividade na marcação: ser agressivo sem precisar fazer falta”, comentou.

Tal evolução foi o que levou Tite a colocar a Seleção Brasileira como possibilidade, algo que o lateral prefere aguardar sem pressa. “Fico feliz, lisonjeado, com o elogio do professor. Hoje, eu me sinto preparado para estar aqui no Corinthians. Se um dia acontecer, espero me preparar bem e conseguir corresponder.”


Fonte: Gazeta Esportiva

Veja Também