Felipe perde treino, mas não deve ser problema para encarar o Santa Fe

00847820 Felipe perde treino, mas não deve ser problema para encarar o Santa Fe
Felipe se mostrou sem condições de treinar devido a um problema gastro-intestinal (Foto: Djalma Vassão/Gazeta Press)

O zagueiro Felipe foi a única ausência do provável Corinthians titular no treino desta terça-feira, no CT Joaquim Grava, mas não deve ser problema para encarar o Santa Fe, na quarta, às 21h45 (de Brasília), pela segunda rodada da fase de grupos da Libertadores da América. O defensor teve um “distúrbio gastro-intestinal” de acordo com a equipe médica do Alvinegro e ficou impossibilitado de fazer trabalhos de campo ao lado dos companheiros.

Na avaliação tanto do técnico Tite, porém, o mais provável é que ele esteja 100% para enfrentar os colombianos, principalmente pelas “virtudes físicas” sempre exaltadas pelo comandante. Na atividade desta tarde, seu substituto foi o paraguaio Balbuena, que formou a dupla de zaga ao lado de Yago no tradicional “treino fantasma” pré-jogo, com direito a quase uma hora dedicada às bolas paradas.

Elogiado pela boa partida feita contra o São Bento, na sua estreia, o último reforço da equipe para esta temporada, aliás, foi relacionado para o embate. Vilson, que vinha sendo presença constante entre os suplentes, ficará fora da lista disponível para a partida elaborada pelo comandante.

“Se o Felipe não for para o jogo, o Balbuena também está treinado. Fiz um reconhecimento ao Vilson, as duas participações boas mesmo ele estando fora do seu condicionamento físico ideal, mas aí pra Libertadores eu optei pelo Balbuena. Já está trabalhado. É uma questão de opção. Se não tiver condição, joga Balbuena, fica Vilson e a gente segue em frente”, comentou Tite, aparentando tranquilidade quanto à presença do titular.

O gaúcho pareceu muito mais preocupado com a força do jogo aéreo do adversário. As bolas paradas laterais e os escanteios foram trabalhados exaustivamente, com muitos pedidos de Tite para que os atletas não se descuidassem a nenhum momento. Também ajudando na marcação, os meias Guilherme, Lucca e Giovanni Augusto eram os responsáveis por sair em contra-ataque.

Enquanto isso, em outro gramado do CT, os reservas realizaram treino técnico em campo reduzido, com a presença de quase todos os jogadores do grupo. Os únicos que não estiveram ali foram o volante Elias, em recuperação de uma fissura na perna esquerda, e o atacante Rildo, em fase final do tratamento para um estiramento na panturrilha direita, que correu ao redor dos campos.


Fonte: Gazeta Esportiva

Veja Também