Giovanni Augusto ressalta raça corintiana após superar lesão

00851899 1024x681 Giovanni Augusto ressalta raça corintiana após superar lesão
Recém-chegado já sabe o que a torcida valoriza em Itaquera (foto: Djalma Vassão/Gazeta Press)

O meia Giovanni Augusto cativou a torcida do Corinthians durante a vitória por 2 a 0 sobre o paraguaio Cerro Porteño, em Itaquera, com alguns carrinhos e piques para recuperar a bola no campo de defesa. Com o técnico Tite, a consagração na partida veio a partir do momento em que ele suportou uma entorse no tornozelo para participar dos minutos finais – o veterano Danilo já se preparava para entrar.

“Vou jogar nem que seja só com uma perna. Na hora em que torci, fiquei preocupado, mas lembrei que o professor Tite fala que a gente deve aguentar a dor. Valeu o sacrifício de continuar na partida”, comentou Giovanni.

O meia vindo do Atlético-MG, no entanto, não individualizou a sua entrega. Segundo ele, o Corinthians fez jus ao resultado obtido diante do Cerro justamente por causa da determinação.

“Jogamos do jeito que a Libertadores pede, com muita raça. O lado psicológico preocupava porque sabíamos que a equipe deles catimba, provoca, mas conseguimos terminar com 11 jogadores”, comemorou, lembrando que o centroavante André e o meia Rodriguinho foram expulsos na derrota por 3 a 2 para os paraguaios, em Assunção.

Agora em situação mais tranquila na Copa Libertadores da América, o Corinthians voltará as suas atenções ao Campeonato Paulista, já que enfrentará o Linense no sábado, também em Itaquera. Giovanni Augusto deverá passar por avaliação do departamento médico antes desse compromisso.


Fonte: Gazeta Esportiva

Veja Também