Jogadores do Corinthians desembarcam em São Paulo confiando em volta por cima

rodriguinho080316 1024x435 Jogadores do Corinthians desembarcam em São Paulo confiando em volta por cima
Foto: Sergio Barzaghi/Gazeta Press

O Corinthians desembarcou em São Paulo após a derrota para o Cerro Porteño com clima de poucos amigos. Seguindo a ideia do técnico Tite, que elogiou a atuação da equipe enquanto contava com 11 jogadores, Rodriguinho, um dos expulsos, também declarou que ficou um sentimento ruim pelo fato dos atletas saberem que poderiam ter voltado para casa com mais uma vitória na Copa Libertadores.

“A equipe jogou muito bem no primeiro tempo, depois no segundo tempo tivemos uma desatenção e tomamos o gol. Logo em seguida, a expulsão do André complicou um pouco e a minha ainda mais. Infelizmente saímos derrotados, mas o problema é que fica um sentimento ruim de que poderíamos ganhar o jogo e infelizmente voltamos com o resultado negativo”, disse o meia.

Rodriguinho também comentou sobre a falta de critério do árbitro peruano Diego Haro. Segundo o jogador, o juiz não foi justo em suas decisões durante toda a partida e acabou prejudicando a equipe corintiana ao sair distribuindo cartões amarelos. Na visão do meia, sua reclamação não merecia uma punição severa da arbitragem.

“Sem dúvida, não estava tendo o mesmo critério para as duas equipes. Amarelou toda a nossa equipe no primeiro tempo para a qualquer momento poder expulsar alguém e facilitar a vida deles. Eu tentei falar para o árbitro que não tinha sido nada, que o
Guilherme tinha pegado primeiro a bola. Ele acabou esquecendo o Guilherme, mas eu achei que não precisava tomar cartão, porque só falei para ele que o Guilherme pegou só a bola. Agora a gente tem que esquecer tudo isso para ganharmos o jogo de quarta-feira de qualquer jeito”, afirmou, já projetando uma volta por cima na próxima semana, onde contará com o apoio massivo dos torcedores na Arena Itaque

Felipe também atendeu os jornalistas no desembarque. O zagueiro não teve uma boa atuação no Paraguai e acabou falhando em dois dos três gols do Cerro Porteño. Tentando esquecer o confronto e já imaginando a revanche em São Paulo, o defensor acredita que o técnico Tite já possui em mente os planos para que o grupo possa reencontrar a paz e encaminhar a classificação para a próxima fase da Libertadores.

“Ficou um pouco mais difícil, mas não são coisas assim que vai deixar a gente preocupado. O Tite sabe muito bem o que vai fazer. Eu acredito que ele vai poupar alguns sim para na quarta ir forte para a Libertadores. Ainda temos jogos importantes em casa que a gente pode definir a classificação”, concluiu.



Fonte: Gazeta Esportiva

Veja Também