Por concentração alta, Tite pede calma com juiz em decisão com Cerro

00850458 Por concentração alta, Tite pede calma com juiz em decisão com Cerro
Técnico teme que cobranças ao árbitro tirem a concentração da equipe (Foto:Fernando Dantas/Gazeta Press)

O técnico Tite não escondeu o alívio ao comemorar a vitória sobre o Botafogo no último domingo, pelo Paulistão. O placar mais elástico do Timão no ano, até então, dá confiança à equipe para encarar o Cerro Porteño, na quarta, em jogo que pode delinear o caminho do Corinthians nesta fase de grupos. Ciente da importância do duelo, o treinador quer o nível de concentração lá em cima.

Após perder por 3 a 2 no estádio Defensores del Chaco, em Assunção, o Corinthians viu os paraguaios chegarem aos sete pontos, na ponta do Grupo 8. Com seis, os alvinegros seguem a ponta de perto, e veem o Santa Fe-COL a apenas três de distância. Com a chave embolada, três pontos em casa podem recolocar o Alvinegro no topo.

Incumbido da missão de remontar o Corinthians sem deixar cair o nível de atuação que marcou o hexa nacional, com um time compacto na defesa e eficiente no ataque, Tite está certo de que o grupo pode superar qualquer adversidade que surgir para alcançar o objetivo de classificar na Libertadores, competição mais importante do primeiro semestre – o que o Timão não esconde.

“Nós não temos que cuidar da arbitragem, falei isso para o Luciano. Desconcentra. Eu não quero saber, quero jogar. Em 2012, fomos campeões da Libertadores superando tudo. Eu e os atletas temos de passar por cima de situações, critérios e eventuais erros que possam acontecer”, declarou, estendendo o pedido à Fiel torcida.

“Eu peço que o torcedor não reclame da arbitragem, não faça pressão na arbitragem. Deixem ele apitar. Vamos entrar no campo de forma leal. Queremos ganhar jogando bola e contando com o apoio da nossa torcida”, disse Tite, sem se desesperar com um eventual revés. “Se perdermos, teremos que ganhar do Santa Fe-COL fora. O Cerro também tem dois jogos fora. O grupo está aberto”, completou.

Preferindo reservar os comentários para a entrevista desta terça, véspera do jogo, Tite não adiantou nada da escalação após o jogo no interior. Pode-se inferir que, com base na vitória sobre o Botinha, caberá a Luciano e Maycon substituir os suspensos André e Rodriguinho, que ficarão de fora após terem sido expulsos em Assunção. “Abriu-se a oportunidade para outros atletas, para eles se escalarem para quarta”, avisou o treinador.

Fora as mudanças no ataque e no meio-campo, o Timão deverá contar com os retornos de Cássio, que cedeu lugar a Walter no gol durante o último jogo, do lateral Fagner, do zagueiro Yago e do atacante Lucca.


Fonte: Gazeta Esportiva

Veja Também