Rodriguinho pede calma à torcida em casa e vê Santa Fe como desafio

00847649 1024x682 Rodriguinho pede calma à torcida em casa e vê Santa Fe como desafio
Rodriguinho pede para Fiel ter calma nesta quarta-feira (Foto: Fernando Dantas/Gazeta Press)

Depois de sentir a pressão da torcida pela dificuldade do time em balançar a rede diante do Oeste, pelo Paulistão, Rodriguinho tratou de pedir calma aos que estiverem presentes em Itaquera, nesta quarta, diante do Santa Fe-COL. Admitindo que o jogo contra os colombianos, pela Libertadores, será um bom desafio, o meia quer o apoio do torcedor nos 90 minutos.

No entanto, teme que a cobrança diante de uma eventual retranca do adversário possa vir a prejudicar o Alvinegro dentro de campo. “É ruim quando tem muita pressão em cima, da própria torcida. Pedimos apoio para que nos ajudem os 90 minutos. Que seja um jogo em que possamos ter uma grande noite”, falou Rodriguinho, admitindo gostar deste tipo de partida.

“Eu gosto de jogo deste tipo, é um gostinho bom. Jogo pegado, truncado, com outras nacionalidades”, comentou em coletiva. “É um desafio bom. (O Santa Fe) é uma equipe campeã sul-americana, que sabe o que faz em competições desse tipo. Esses desafios são bons para a gente aprender ainda mais e se adaptar o mais rápido possível”, prosseguiu.

Reforçando que a posse de bola pode ser a grande arma do Corinthians para desarmar a defesa do Santa Fe-COL, Rodriguinho, que não tem preferência para jogar no meio, sabe que uma vitória deixa o Timão confortável em termos de classificação e ainda mais confiante para o clássico contra o Santos, no fim de semana.

“Acho que vai ser assim: a equipe deles marcando forte e explorando o contra-ataque. Temos que atacar, estar sempre marcando e rodar bem a bola para abrir os espaços. Temos que fazer de tudo para que esse jogo possa significar uma arrancada”, opinou o meia, que foi titular na estreia e agora deve formar o setor ao lado de Bruno Henrique, Guilherme e Giovanni Augusto.


Fonte: Gazeta Esportiva

Veja Também