Timão admite dificuldade em deixar de lado esquema vencedor de Tite

tite caderno divulgação ag corinthians 600x400 Timão admite dificuldade em deixar de lado esquema vencedor de Tite
Tiite e Cássio falaram sobre deixar de lado o 4-1-4-1 utilizado pelo treinador (Foto: Daniel Augusto Jr/Divulgação)

Após 10 partidas em 2016, alguns jogadores do Corinthians ainda precisam se adaptar ao trabalho de Tite e ao 4-1-4-1, formação tática utilizada pelo treinador. O técnico admitiu ser um dos culpados pela derrota do Timão contra o Santos, por 2 a 0, justamente por ter fugido do esquema habitual, que levou o Timão ao título brasileiro em 2015. O goleiro Cássio admitiu que, neste momento da temporada, é inviável utilizar outro padrão tático.

“Estamos tendo muitos jogadores poupados. Com o decorrer do tempo, podemos trabalhar melhor a parte tática. Estamos adaptados ao 4-1-4-1 e para mudar, todos precisam entender totalmente como funciona. Acho que a adaptação será a longo prazo”, disse o goleiro.

As mudanças na equipe não deram somente pelos titulares poupados em algumas partidas do Campeonato Paulista. Para o arqueiro, saídas como a de Ralf, que deixou o clube na última janela de transferências, em janeiro, ainda pesam no desempenho do time.

“Mudou um pouco o estilo, Ralf ficava mais centralizado. O Bruno, hoje, é diferente. Sai mais para o jogo. Não é como era o Ralf. Vamos nos adaptando a esse estilo”, explicou o camisa um, lembrando do volante que foi junto com Renato Augusto para o Beijing Guoan, da China.

O Corinthians é o líder do Grupo 8 da Copa Libertadores, com seis pontos ganhos, dois a mais que o vice-líder Cerro Porteño. No entanto, para a partida desta quarta-feira, às 19h30 (de Brasília), o arqueiro mantém os pés no chão e quer primeiro pensar em pontuar no Paraguai.

“Primeiro é buscar a classificação. Se fizer um resultado bom, de vitória, aí podemos pensar em ficar entre os primeiros. O primeiro passo é classificar e será muito importante pontuar no Paraguai, finalizou.

*Especial para a Gazeta Esportiva



Fonte: Gazeta Esportiva

Veja Também