Timão retoma negociação com a Caixa e se diz próximo de naming rights

00846980 Timão retoma negociação com a Caixa e se diz próximo de naming rights
Corinthians tenta negociar naming rights de sua Arena (Foto: Djalma Vassão/Gazeta Press)

A Caixa está novamente no páreo para retomar a principal área do uniforme do Corinthians. Depois de as negociações com a empresa serem encerradas pela diferença entre a pedida do Alvinegro e o valor oferecido pelo banco estatal, o Timão retomou as conversas e já aceita negociar um valor menor.

“A negociação com a Caixa está sendo conversada pelo Roberto (de Andrade, presidente). Tínhamos parado, mas voltamos”, revelou o diretor financeiro do Corinthians, Emerson Piovesan, em entrevista à Rádio Bandeirantes.

O contrato com a Caixa, encerrado no dia 24 de fevereiro, rendia R$ 30 milhões anuais ao Timão. Após o final do acordo, o Corinthians pediu R$37 milhões para a renovação, o que não foi aceito pela empresa.

O banco estatal estampa o uniforme corintiano desde novembro de 2012, pouco antes de o clube se tornar campeão Mundial Interclubes ao bater o Chelsea em Yokohama, no Japão. A renovação do patrocínio pode ser facilitada também pela boa relação entre o clube e a empresa. No ano passado, o Timão chegou a manter o nome da empresa no uniforme antes mesmo de acertar a renovação.

NAMING RIGHTS
Outra possível grande fonte de renda para o Corinthians – os naming rights da Arena de Itaquera – está mais perto de ser acertada. Ao menos é o que diz Piovesan, que planeja a entrada de cerca de R$ 20 milhões anuais com a comercialização do nome do estádio.

“Nunca esteve tão próximo, mas ainda têm alguns detalhes. É um contrato de longo prazo, não queremos errar. Posso adiantar que é uma empresa que tem muito interesse em desenvolver aspectos de facilidades de acesso ao torcedor via sistema financeiro. Então, vai facilitar muito a vida do Fiel Torcedor”, finalizou.


Fonte: Gazeta Esportiva

Veja Também